Bombeiros combatem fogo em fábrica têxtil de Santo Tirso

0
(Foto: José Coelho/Lusa)

(Foto: José Coelho/Lusa)

Quatro dezenas de bombeiros procuram extinguir incêndio numa fábrica de processamento de algodão, em São Martinho do Campo.

Um incêndio numa fábrica de processamento de algodão, em São Martinho do Campo, no concelho de Santo Tirso, está a consumir parte das instalações desse complexo industrial. No local encontram-se vários meios dos bombeiros de Vila das Aves e também de Santo Tirso, que, entretanto, foram reforçados.

Segundo informações dadas pelos Bombeiros de Vila das Aves à Lusa, o alerta do incêndio na fábrica da Felpinter, especializada em felpos e processamento de algodão, foi dada para a corporação às 18h10, tendo de imediato sido mobilizados para o local seis veículos e cerca de 20 efectivos.

Este dispositivo está a ser reforçado com operacionais de Santo Tirso, Freamunde (Paços de Ferreira), Trofa e outras corporações vizinhas.

De acordo com a Autoridade Nacional de Protecção Civil, as chamas estão a ser combatidas por cerca de 40 bombeiros

O alerta foi dado minutos depois das 17h00. Por se tratar de material combustível e inflamável, os bombeiros estão com grande dificuldade em apagar o fogo.

De acordo com informação prestada à Renascença pelo CDOS do Porto, o incêndio está confinado ao armazém desta têxtil da Vila das Aves.

(Fonte: Rádio Renascença)

 




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.