Bombeiros de Cantanhede estão livres de perigo

0

Segundo o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), os dois bombeiros apresentam “muitas escoriações, mas não correm risco de vida”.

Os dois bombeiros voluntários de Cantanhede que esta segunda-feira sofreram ferimentos no concelho de Arganil, quando estavam no combate ao incêndio que deflagrou em Pampilhosa da Serra, não correm risco de vida, disse o comandante da corporação.

Os bombeiros, de 41 e 38 anos, sofreram ferimentos na sequência de um despiste de um camião tanque que se despistou cerca das 14h20, na zona de Teixeira, caindo por uma ribanceira com cerca de 30 metros.

Os dois elementos foram transportados num helicóptero do INEM para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), onde às 20h ainda se encontravam a aguardar pela realização de exames médicos.

“Apresentam muitas escoriações, mas aparentemente não correm risco de vida, encontrando-se no serviço de Urgência dos CHUC”, adiantou à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, José Oliveira.

O fogo, que teve início pelas 23h20 de sexta-feira, em povoamento florestal próximo de Castanheiro, localidade da freguesia de Fajão e Vidual, no município de Pampilhosa da Serra, alastrou ao concelho de Arganil.

O fogo na Pampilhosa da Serra mantém com três frentes ativas e mobiliza mais de 550 bombeiros e quase 200 viaturas.

(Fonte: TSF)




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).