Bombeiro suspenso por usar quartel e ambulância para sexo

0
Foto: BV Vila Verde

Foto: BV Vila Verde

Um bombeiro dos Voluntários de Vila Verde acusado de usar o quartel e uma ambulância para actos sexuais vai ser suspenso por 60 dias, sem vencimento, informou hoje fonte da corporação.

O bombeiro em causa terá também levado uma mulher para o quartel, igualmente para actos de cariz sexual

Segundo a mesma fonte, durante o período da suspensão o bombeiro também não poderá entrar nas instalações da corporação.

O bombeiro foi alvo de um processo disciplinar, depois de denúncias que davam conta de que teria levado uma ambulância até ao Gerês para ter relações sexuais com uma mulher.

Segundo as mesmas denúncias, o bombeiro em causa terá também levado uma mulher para o quartel, igualmente para actos de cariz sexual.

A agência Lusa contactou o comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde, José Lomba, que se escusou a comentar o assunto.

(Fonte: Lusa/SOL)

 




Sobre quem enviou a noticia

Daniel Rocha

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda, mas foi em Famalicão da Serra que cresceu e conheceu o mundo dos bombeiros integrando o corpo activo. É Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses, e possui um Curso de Especialização em Ensino de Português como Língua Estrangeira e Língua Segunda (PLELS), ambos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades, entre as quais o teatro e a escrita, tendo publicado com alguma regularidade desde 2011. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).