Bombeiro assistido no hospital

0

Os incêndios no distrito de Viseu obrigaram hoje ao encerramento da circulação de comboios entre Nelas e Mangualde, que acabou por ser restabelecida pelas 17h35, bem como ao trânsito automóvel na A25, que ao final da tarde foi reaberta num dos sentidos.em ambos os sentidos, segundo a Unidade de Trânsito da GNR de Viseu.

O incêndio florestal, que teve início hoje, antes das 07h30, numa zona industrial do concelho de Nelas, levou à interrupção da circulação ferroviária pelas 14h54, altura em que mantinha duas frentes activas.
O fogo está a ser combatido por 112 bombeiros, cinco sapadores florestais e outros cinco elementos das equipas de socorro, com recurso a 36 veículos. Está igualmente accionado um helicóptero de ataque inicial.
No concelho de Mangualde, as chamas que eclodiram pelas 13h46, em mato, apresentam igualmente duas frentes activas, levando ao corte da circulação na A25 que só foi restabelecida num sentido ao final da tarde.
Para o local foram enviados 92 elementos a combater o fogo, 21 veículos, um helicóptero de ataque inicial e um helicóptero bombardeiro.

Um bombeiro do Bombarral sentiu-se hoje mal quando combatia um incêndio em Barreiras, localidade desse concelho, para onde estão a ser mobilizados os meios que têm estado a combater as chamas em Olho Marinho e Casais do Rio, Óbidos.
Fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro de Leiria disse que “o bombeiro caiu quando combatia o incêndio na localidade de Barreiras e foi transportado para a urgência do Centro Hospitalar Oeste Norte, em Caldas da Rainha”.
O incêndio está a lavrar desde as 13h57 e no local estão 137 bombeiros, 36 veículos e um helicóptero a combater uma frente de fogo activa, cujas chamas já ultrapassaram as fronteiras do concelho do Bombarral, estando na localidade de Vale da Palha, já no concelho do Cadaval.
O comandante dos bombeiros de Óbidos, Sérgio Gomes, disse que o fogo em Casais do Rio “está controlado” e a entrar na fase de rescaldo.
Já em relação ao de Olho Marinho, “está praticamente dominado”, mas no local ainda estão 131 bombeiros e 30 veículos.  O fogo esteve sem controlo durante dez horas, destruindo cerca de 500 hectares de mato e eucalipto na zona do Planalto das Cezaredas, e hoje voltou a reacender-se.

FONTE: Publico

 

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.