Benfeitor ofereceu terreno de 150 mil euros aos Bombeiros de Fátima

0

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Fátima (AHBVF) recebeu um terreno doado por António Catarino Pereira, um benfeitor nascido nesta cidade do concelho de Ourém há 87 anos.

O terreno em causa tem cerca de 1.250 metros quadrados, localiza-se numa das principais avenidas de Fátima, entre a estação da Rodoviária e o Áurea Hotel, e tem um valor comercial que anda entre os 150 e os 200 mil euros.

António Catarino Pereira reside há várias décadas em Lisboa, para onde foi viver após a conclusão da sua formação académica, em engenharia civil, mas nunca esqueceu as suas raízes.

“O ano de 2017 foi um período terrível, em que os bombeiros foram mobilizados muitas vezes, pelo que esta é a minha maneira de lhes agradecer”, salientou durante a assinatura da escritura o benfeitor, que decidiu também, ainda durante o ano passado, entregar três cheques de 1.500 euros a pessoas ligadas aos Bombeiros de Fátima, de acordo com critérios por si estabelecidos.

O primeiro envelope foi entregue ao bombeiro mais idoso da associação, o comandante do Quadro de Honra, Costa Pereira, no passado dia 19 de dezembro, data coincidiu com aniversário de nascimento da mãe de Catarino Pereira, Maria dos Santos Pereira, já falecida.

A 19 de março deste ano, data do aniversário de Joaquim Pereira Catarino, e a 11 de setembro, de Hélia Catarino, respetivamente o pai e a irmã de António Catarino Pereira, serão entregues os outros dois montantes.

Os destinatários das ofertas serão anunciados apenas nessas datas.

A direção da AHBVF agradeceu o gesto a António Catarino Pereira, um dos seus primeiros benfeitores, que há mais de vinte anos ofereceu a primeira ambulância nova aos bombeiros quando ainda eram uma secção destacada dos Bombeiros de Ourém.

Rede Regional




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.