Aviso vermelho em sete ilhas dos Açores devido a agitação marítima

0
Imagem: TVI

Imagem: TVI

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) alargou hoje o aviso vermelho às ilhas do grupo Central dos Açores devido à previsão de agitação marítima com ondas que podem chegar aos 11 metros e amarelo para o grupo Oriental.

O IPMA tinha colocado, no sábado, as ilhas do grupo Ocidental (Flores e Corvo) sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de agitação marítima, com ondas de oeste de sete metros, aumentando para 12 metros e passando a noroeste até às 01:00 de segunda-feira.

As ilhas das Flores e Corvo estão também hoje sob aviso amarelo referente a “velocidade média” e “rajada máxima” de vento, “direção de oeste”.

Num novo aviso meteorológico emitido hoje o IPMA coloca também as ilhas do grupo Central (Terceira, São Jorge, Graciosa, Faial e Pico) sob aviso vermelho referente a agitação marítima, com ondas de oeste de seis metros, aumentando para 11 metros e passando a noroeste, entre as 06:00 de hoje e as 01:00 de segunda-feira.

Aquelas ilhas vão estar também sob aviso amarelo, que significa risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica, referente a “rajada máxima”, de vento, “direção de oeste”, até às 19:00 de hoje.

Além disso, o IPMA colocou também sob aviso amarelo as ilhas do grupo Oriental (São Miguel e Santa Maria) devido a agitação marítima e “altura significativa das ondas de oeste” entre as 15:00 de hoje e a 01:00 de segunda-feira.

Na sequência destas previsões o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) emitiu um alerta a recordar que “o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado”, sobretudo “através de comportamentos adequados”, pelo que, em particular nas zonas mais vulneráveis”, recomenda “medidas de autoproteção”, nomeadamente, a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas e a retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento.

A Proteção Civil dos Açores aconselha ainda a limpeza dos sistemas de drenagem, consolidação de telhados, portas e janelas, além de uma adequada fixação de estruturas soltas, como andaimes, placards e outras estruturas montadas ou suspensas.

Recomenda também que não seja despejado lixo ou entulho nas ribeiras, nem as obstruir com troncos ou ramadas e aconselha aos condutores uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias.

Especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas, são outras das recomendação da Proteção Civil açoriana que desaconselha a prática de atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar.

FONTE: Diário Digital com Lusa

 

About author

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.