Amarante: Homem morre em queda quando pintava edifício

0

Um homem de 55 anos morreu, esta tarde de quarta-feira, em Amarante, ao ser arrastado por uma máquina que se desequilibrou, quando a vítima pintava um edifício.

amarante -ABSC5Segundo fonte dos bombeiros, o trabalhador “encontrava-se numa cesta” usada para pinturas de paredes exteriores com alguma altitude e acabou por ser arrastado com o desequilíbrio do equipamento.

A morte terá ocorrido em resultado da queda, desconhecendo-se o que terá provocado o acidente.

“A vítima e o cesto caíram num primeiro patamar da obra e, com o impacto da queda, foram projetados para um segundo patamar, mais abaixo”, explicou.

O acidente ocorreu cerca pelas 14 horas, nos Ataúdes, na localidade da Madalena.

O óbito foi atestado no local pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação do Tâmega e Sousa. No local estiveram meios dos bombeiros de Amarante e a viatura de suporte de vida sediada naquela cidade.

Fonte: jn.pt




Sobre quem enviou a noticia

Ângelo Santos

Ângelo Santos

E natural do Porto e criado em Gondomar, assume-se como um “tripeiro de gema” pela forte influência e proximidade à cidade do Porto. Nasceu praticamente no seio dos bombeiros derivado à presença de familiares nas fileiras, onde de perto acompanhou a sua evolução e ganhou gosto pela causa. Integra na atualidade o corpo de bombeiros de Valbom no Concelho de Gondomar, onde exerce funções de bombeiro de 2º, com vínculo profissional de Operador de Comunicações. Fez ainda parte do projeto bombeirosdeportugal.com.