Pedrogão Grande – 1.º Encontro para a Autoproteção e Resiliência das Populações

0

O 1.º Encontro para a Autoproteção e Resiliência das Populações, que decorre dia 14 de outubro, a partir das 10:00, na Casa de Cultura de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, tem como objetivo preparar as populações para enfrentar catástrofes naturais e é organizado pela Associação de Apoio às Vítimas de Pedrógão Grande em parceria com a Associação de Proteção e Socorro.

“É o primeiro encontro nacional para a autoproteção e resiliência das populações locais. O objetivo é preparar as populações para qualquer tipo de catástrofe, seja incêndios florestais, sismos ou outra, mas mais focado nos incêndios que é o mais comum na região”, explicou a presidente da Associação de Apoio às Vítimas de Pedrógão Grande, Nádia Piazza.

O evento tem ainda o alto patrocínio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que irá fazer a abertura oficial dos trabalhos, e da Fundação Calouste Gulbenkian.

Nádia Piazza explicou ainda que o evento tem um seminário durante a parte da manhã, com a participação de técnicos de proteção civil, comandantes de corporações de bombeiros e o Observatório do Risco da Universidade de Coimbra.

Durante o período da tarde, decorre um ‘workshop’ que tem como objetivo por em diálogo os lideres de aldeias e os oradores e técnicos, no sentido de dar os primeiros passos para arranjar soluções para se autoprotegerem.

Nádia Piazza sublinhou ainda que no âmbito do programa de revitalização, vão existir fundos e meios para dotar as aldeias com equipamentos de autoproteção.

“Não basta dar equipamentos. É preciso também formação. Não podemos ficar à espera que surjam mais catástrofes”, concluiu.

Bombeiros.pt / dn




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.