Mais de 2.400 bombeiros e 24 aviões em Pedrógão Grande, Góis e Penela

0

Os três grandes fogos que lavram nos concelhos de Pedrógão Grande (Leiria), Góis e Penela (Coimbra) estavam, às 18:30 de hoje, a ser combatidos por mais de 2.400 operacionais, 825 viaturas e 24 meios aéreos, segundo a Proteção Civil.

Além destes três grandes incêndios nos distritos de Leiria e de Coimbra, existem 39 fogos de menor dimensão a ser combatidos em Portugal, dispersos por diversos distritos, mobilizando um total de 624 operacionais, 191 veículos e cinco meios aéreos.

De acordo com a informação divulgada na página na Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), o incêndio que envolve mais meios no terreno continua a ser o de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que deflagrou na tarde de sábado e que se mantém em curso, encontrando-se a ser combatido por 1.215 operacionais, apoiados por 409 veículos e 15 meios aéreos.

O incêndio que deflagrou no sábado à tarde em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 150 feridos, segundo um balanço divulgado hoje.

O fogo começou em Escalos Fundeiros e alastrou depois a Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.

Desde então, as chamas chegaram aos distritos de Castelo Branco, através do concelho da Sertã e de Coimbra, pela Pampilhosa da Serra.

Este incêndio já consumiu cerca de 26.000 hectares de floresta, de acordo com dados do Sistema Europeu de Informação de Incêndios Florestais.

Outro dos principais incêndios a lavrar em Portugal é o fogo em Góis, no distrito de Coimbra, que deflagrou pelas 15:00 de sábado e que se mantém em curso, mobilizando já 1.054 bombeiros, 362 viaturas e oito meios aéreos.

Ainda no distrito de Coimbra, encontra-se em fase de resolução o incêndio de Penela, segundo a informação da Proteção Civil, indicando que o combate às chamas que lavram desde as 21:15 de sábado envolve 163 bombeiros, 54 viaturas e um meio aéreo.

Segundo dados da Proteção Civil, os 39 incêndios de menor dimensão localizam-se nos distritos de Aveiro (1), Beja (2), Bragança (2), Castelo Branco (3), Coimbra (1), Évora (2) Faro (2), Guarda (3), Leiria (4), Lisboa (2), Porto (3), Santarém (5), Viana do Castelo (2), Vila Real (4) e Viseu (3).

DN




Sobre quem enviou a noticia

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.