Outros mundos: A tradição dos bombeiros brasileiros no desporto

0

País com dimensões continentais, o Brasil conta com aproximadamente 80 mil bombeiros espalhados pelo seu vasto território. Como é uma nação coberta por muita vegetação e o clima é seco em alguns períodos do ano, o trabalho dos bombeiros brasileiros torna-se ainda mais valorizado na ação contra as queimadas.

Além de serem reconhecidos internacionalmente pelo ótimo trabalhado que fazem, os bombeiros brasileiros apresentam uma relação próxima com o desporto e destacam-se em diferentes modalidades.

De atleta com pretensões olímpicas até a nadador veterano, os bombeiros do Brasil estão muito bem representados na cena desportiva nacional e internacional. Eis alguns deles:

 

Guilherme Evangelista — lutador

Bombeiro da cidade de Bertioga, no interior de São Paulo, Guilherme Evangelista é um dos melhores atletas de luta greco-romana na América do Sul. O atleta brasileiro surgiu como destaque do desporto de alto nível em 2015, quando representou o seu país no Campeonato Mundial Júnior de Wrestling pela primeira vez.

Neste ano, Guilherme é titular da seleção brasileira e compete nas principais competições da América Latina. Além disso, ele é o actual campeão sul-americano na categoria até 97 kg da modalidade.

No entanto, apesar de estar entre os melhores de seu país, o bombeiro não conseguiu qualificar-se para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que terminaram em agosto. Guilherme foi derrotado na seletiva pan-americana que definiu os representantes do continente para as Olímpiadas em terras japonesas.

 

Anthony Wechinewsky — competidor de poker

Grande força do poker latino-americano, o Brasil tornou-se referência nesse sector. De acordo com a Confederação Brasileira de Texas Hold’em (CBTH), há mais de 8 milhões de praticantes no país — é quase o mesmo número da população de Portugal.

Uma das cidades de maior tradição no poker brasileiro é Curitiba, capital do Paraná. Em Curitiba, os bombeiros são muito bem representados no desporto de cartas por Anthony Wechinewsky, dentista dos bombeiros da cidade.

Em janeiro de 2019, ele destacou-se em um dos maiores circuitos de poker da região Sul do Brasil, o Curitiba Poker Tour (CPT). Na ocasião, Anthony mostrou a todos que conhece muito bem os principais conceitos estratégicos da modalidade e venceu o Evento Principal do torneio.

O brasileiro também já participou no maior circuito de poker ao vivo da América Latina, o Brazilian Series of Poker (BSOP). O circuito percorre cidades turísticas anualmente e conta com a presença dos melhores competidores da nação.

Em 2017, na sexta etapa do BSOP daquele ano, Anthony chegou a estar entre os 33 primeiros classificados do Evento Principal, mas acabou eliminado do torneio no quarto dia de competição.

 

Wagner Miranda — nadador

Bombeiro reformado desde 2016, Wagner Miranda compete em provas de natação desde miúdo. Sua paixão pelo desporto surgiu aos 8 anos de idade, quando começou a treinar em um clube na cidade de Suzano, no interior de São Paulo.

Sua trajectória no desporto inicia oficialmente em 2012, ano que ele sagrou-se campeão do Circuito Paulista de Travessia Aquática. Três anos mais tarde, em 2015, Wagner foi medalhista de bronze nos Jogos Mundiais dos Policiais e Bombeiros, em Washington (EUA).

Em 2016, ele participou dos Jogos Latino Americanos de Policiais e Bombeiros, na Argentina, e conquistou seis medalhas na competição: uma de ouro, quatro de prata e uma de bronze. Já em 2017, nos Jogos Mundiais dos Policiais e Bombeiros, em Los Angeles (EUA), Miranda garantiu duas medalhas de bronze.

Dois anos mais tarde, em 2019, o nadador brasileiro foi até ao México para competir nos Jogos Latino Americanos de Policiais e Bombeiros. Naquela oportunidade, ele voltou para o Brasil com quatro medalhas conquistadas nas piscinas mexicanas: quatro de ouro, uma de prata e uma de bronze.

Wagner segue competindo em campeonatos nacionais e internacionais. Actualmente, ele disputa as provas de natação na categoria 48 a 54 anos.

 

Momento histórico: Atlético de Minas Gerais homenageou os bombeiros brasileiros em 2019

O desporto brasileiro profissional e os bombeiros mostram sintonia em atitudes que vão além das competições. Em 2019, o Atlético de Minas Gerais, prestes a tornar-se campeão do campeonato brasileiro de futebol, deu um belo exemplo de como valorizar o trabalho dos bombeiros nas redes sociais.

Na ocasião, o clube sul-americano prestou uma homenagem para os bombeiros que trabalharam incansavelmente nas equipas de resgate na cidade de Brumadinho, no interior de Minas Gerais.

Como a barragem da cidade rompeu-se, o trabalho dos bombeiros brasileiros foi muito importante para que os danos fossem os menores possíveis.

About author

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda. Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).