Moçambique: Exército começa limpezas em Chókwè depois das cheias

0
mocambique2As Forças Armadas moçambicanas começam hoje a limpar a cidade de Chókwè, sul de Moçambique, para permitir o regresso da população, que fugiu da cidade devido às cheias, anunciou a Unidade Nacional de Proteção Civil.

Chókwè, na província de Gaza, foi a mais afetada pelas inundações que assolam Moçambique, devido à enchente do rio Limpopo, tendo sido necessário evacuar totalmente a cidade, para impedir um maior número de mortos e perdas de bens.

Nazário Zandamela, que dirige as operações da Unidade Nacional de Proteção Civil (UNAPROC) em Chókwè, disse que a limpeza da cidade marca o fim das operações de salvamento e o início da criação de condições para o regresso da população.

No mínimo, adiantou Nazário Zandamela, a normalização da situação em Chókwè, levará entre uma semana a um mês.

Em declarações à Lusa, por telefone, José Luís Poeira, agricultor português, disse que os residentes de Chókwè já estão a limpar as suas casas, mas a vida levará meses a ser retomada normalmente, devido à destruição de vias de acesso, lojas e residências.

«Muitas famílias e empresários de Chókwè não vão conseguir levantar-se sozinhas, porque os prejuízos são enormes. Em muitos casos se perdeu tudo», afirmou José Luís Poeira, que teve de se refugiar na localidade de Chilembene, devido ao estado de calamidade que se instalou na cidade.

FONTE: Lusa

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.