Japão: Levantado alerta de tsunami

0

O alerta de tsunami emitido após o violento sismo de 7.3 ao largo do Japão foi levantado pelas 19h30 locais (10h30 em Lisboa, 7 de Dezembro) para toda a costa do Pacífico, anunciou a agência meteorológica japonesa.

Segundo a televisão NHK, cinco pessoas ficaram feridas. 

Na província de Miyagi, uma mulher de 75 anos e um bebé de dois anos  ficaram feridos quando caíram durante o sismo.  

Também foram registados feridos na região de Kanto, que inclui Tóquio,  a maioria com contusões causadas por quedas de objetos, segundo informações  recolhidas pelas autoridades. 

Anteriormente, um porta-voz da TEPCO tinha afirmado que nenhuma anomalia  foi detetada nas centrais nucleares do nordeste do arquipélago do Japão.

“Nós não temos nada de anormal a constatar nas medidas dos seis reatores  da central de Fukushima Daiichi” (afetada a 11 de março de 2011), indicou  um porta-voz da TEPCO. 

Também nada de anormal foi assinalado na segunda central de Fukushima  (Daini), a uma dezena de quilómetros da primeira, nem na de Onagawa, indicaram  os media locais. 

No entanto, a agência meteorológica alertou que o tsunami que ameaça  o nordeste do Japão pode atingir dois metros na costa da prefeitura de Miyagi  e 50 centímetros nas outras costas. 

As autoridades lançaram um alerta de tsunami para uma longa parte da  costa do Pacífico do Japão, ou seja, de mais de 500 quilómetros de norte  a sul, da ponta da ilha setentrional de Hokkaido até à costa situada a leste  de Tóquio. 

Um violento sismo de magnitude 6,2 na escala de Richter, que inicialmente  a agência meteorológica estimou em 7,3 e que foi sentido até em Tóquio,  foi registado hoje às 17:18 locais (08:18 em Lisboa) ao largo da costa nordeste  e o alerta de tsunami foi imediatamente lançado. 

O epicentro do sismo foi localizado a 10 quilómetros de profundidade,  referiu a agência nipónica. 

O sismo atingiu mais de 20 províncias e em Tóquio, a várias centenas  de quilómetros do epicentro, os edifícios tremeram fortemente. 

A 11 de março de 2011, quase 20.000 pessoas morreram na sequência de  um sismo de magnitude 9 na escala de Richter e de um tsunami gigante por  este provocado.  

Este sismo também provocou um acidente nuclear grave na central de Fukushima.

Fonte: SICnoticias

About author

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.