Incêndio de grande proporção destrói depósito do Supermercado Colméia em Joaçaba

0

bombeiros são vicente brasilUm dos maiores incêndios dos últimos anos em Joaçaba foi registrado na noite desta segunda-feira (21) no Supermercado Colméia, na área central da cidade. Por volta das 22h várias equipes de combate a incêndios do Corpo de Bombeiros foram acionadas por moradores vizinhos ao prédio que avistaram fumaça saindo do telhado do Supermercado. “Nós estávamos aqui assistindo televisão e quando olhamos para fora tinha uma grande nuvem de fumaça saindo de lá, ai corremos pra ver o que era e enxergamos as chamas” relata uma moradora vizinha.

As equipes logo que chegaram ao local perceberam tratar de um trabalho difícil já que tratava-se de um incêndio confinado. O fogo iniciou pela parte superior do depósito, que fica aos fundos do supermercado, e os bombeiros encontraram dificuldades para acessar o núcleo das chamas. Da sacada de um prédio que fica na Getúlio Vargas as equipes se revezavam com as mangueiras arremessando água contra o telhado. A água dos quatros caminhões, cerca de 30 mil litros, não foi suficiente e para complicar ainda mais a situação os prédios vizinhos não possuíam sistema preventivo com hidrantes. Emendando várias mangueiras foi possível utilizar os hidrantes dos prédios do SESC e da Farmácia do SESI.

As chamas se alastravam pelo interior da edificação por mais de uma hora até que o Corpo de Bombeiros conseguiu quebrar a parede de tijolo que fica aos fundos. Com acesso as chamas através de três buracos, as equipes conseguiram combater de forma mais eficaz o incêndio. Após controlar as lavaredas maiores os bombeiros acessaram o interior do prédio e trabalharam até o início da manhã desta terça-feira. Em razão de produtos que reagiam a água, teve que ser usado até mesmo espuma para combater as chamas. Durante todo tempo a estrutura do telhado e paredes ameaçava desabar aumento ainda mais o risco e o grau de dificuldades para os homens do fogo.

Área atingida
A área de 350 metros atingida pelo fogo fica nos fundos do Supermercado e faz divida com o prédio da empresa Limger. O local servia de depósito e possuía muito material inflamável o que explica a rapidez com que o fogo se alastrou.  As chamas destruíram todo depósito e não se alastraram para outras áreas do estabelecimento graças a intervenção dos bombeiros. Do alto de um prédio o joaçabense Jeferson Balan fez o registro de uma cena que mostra a dimensão e o motivo da preocupação com o sinistro em razão do depósito estar em meio a vários prédios. Ás 07:30hs da manhã ainda existiam pequenos focos e muita fumaça saindo do local. “Tinha muito papelão, muito azeite, e outras materiais inflamáveis o que dificultou nosso trabalho” destacou o Sargento Davi explicando que 100% do depósito foi destruído. O prejuízo foi de grande monta para o Supermercado.

Causa
O tenente Sommer do Corpo de Bombeiros que comandou a operação de combate ao incêndio disse que somente através da perícia será possível se chegar a causa do incêndio.  Suspeita-se de uma pane elétrica, mas qualquer afirmação neste momento seria pura especulação. Nesta terça-feira (22) os peritos do IGP estarão no local para iniciar o procedimento de investigação. O local está isolado.

Trabalharam na ocorrência cerca de 20 bombeiros numa verdadeira luta contra o fogo. Foram acionadas inclusive equipes do Corpo de Bombeiros das unidades de Catanduvas e Água Doce. Apesar da gravidade do incêndio o Supermercado estará autorizado a abrir as portas nesta terça-feira já que a área de vendas não foi atingida.

FONTE: radiocatarinense




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.