Dez mortos e 120 feridos em cerimónia promovida pela IURD em Luanda

0

angola-alvalade3Pelo menos 10 pessoas morreram em consequência de esmagamento e asfixia provocadas pela grande afluência de populares a uma cerimónia promovida na noite de 31 de dezembro em Luanda pela Igreja Universal do Reino de Deus.

Segundo o porta-voz do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros (SNPCB), Faustino Sebastião, citado pela agência Angop, o incidente ocorreu junto ao Estádio Nacional da Cidadela Desportiva, local em que estava marcada uma vigília da IURD, designada “Vigília da Virada – Dia do Fim”.

As vítimas são seis adultos e quatro crianças.

Segundo o porta-voz do SNPCB, no recinto, com capacidade para 70 mil pessoas, concentraram-se 250 mil pessoas e apenas dois dos quatro portões estavam abertos.

Deste incidente há ainda a registar 120 feridos.

Em declarações à Angop, o bispo-adjunto da IURD em Angola, Ferner Batalha, admitiu que o número de fiéis que esteve na Cidadela excedeu a capacidade do recinto.

“A nossa expectativa era ter 70 mil pessoas, mas foi de longe superada. Dados não definitivos indicam-nos que estiveram no local acima de 250 mil pessoas”, precisou.

Aquele dirigente da IURD acrescentou que durante os preparativos do evento, a organização notificou as autoridades policiais e pediu a colaboração da Cruz Vermelha de Angola e das Emergências Medicas para o acompanhamento da vigília antes, durante e depois.

 

FONTE: JN

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.