Chamas matam bombeiro e guarda florestal

0

Caso aconteceu perto de Alicante, Espanha. Nas Canárias cinco mil pessoas foram deslocadas por causa de um fogo.
Um bombeiro e um guarda florestal morreram num incêndio que consumiu centenas de hectares em Alicante, na região de Valência, em Espanha. Há ainda dois bombeiros feridos.

As chamas também não dão tréguas nas ilhas canárias, onde cinco mil pessoas foram deslocadas para áreas mais seguras.
Foi já na fase de rescaldo que os dois homens morreram. Um bombeiro e um guarda-florestal não escaparam às chamas que reacenderam numa floresta de Alicante, na região de Valência. Outros dois bombeiros ficaram feridos num incêndio que já consumiu mais de 600 hectares desde sábado e continua ativo.

Na ilha de la Gomera, à semelhança do que acontece em Alicante, os fogos que pareciam extintos reacenderam.
No conjunto, desde dia 4 de agosto já foram deslocadas mais de 4700 pessoas, em fuga das chamas que lavraram mais de mil hectares.
Estão reunidas todas as condições para que a tragédia continue. Valendo mais prevenir que remediar, em muitos sítios, as evacuações vão continuar. Durante a noite os ferryboat não descansaram tirando centenas de pessoas da ilha.

Além das dezenas de casas ameaçadas pelo fogo, a prioridade dos mais de 300 bombeiros está na parque nacional de Garajonay, que tem já trezentos hectares de cinzas.
Seja no continente ou nas ilhas, Espanha tem sido devastada por incêndios, vítima da combinação explosiva de altas temperaturas e pela falta de chuva no inverno, o mais seco dos últimos 65 anos.

FONTE: TVI




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.