Acidente de avião em Taiwan causou 31 mortos e 15 feridos, indica novo balanço

0

aviaotaiwanOs mortos no acidente de avião da companhia TransAsia, de Taiwan, que ocorreu hoje em Taipé, subiram para 31, registando-se ainda 15 feridos e 12 desaparecidos, que estão a ser procurados pelas equipas de salvamento, anunciaram os bombeiros desta cidade.

As operações de resgate prosseguem hoje, já depois da meia-noite local, tendo sido possível recuperar os cadáveres do piloto, do co-piloto e de um engenheiro de voo, depois de ter sido retirada a fuselagem, partida em três partes, do avião, que se despenhou no rio.

O aparelho, com 58 pessoas a bordo, entre elas cinco tripulantes e dois menores, precipitou-se no rio, depois de perder altura e embater num viaduto, pouco minutos após a descolagem em direção à ilha de Kinmen, a escassos quilómetros da costa chinesa.

São ainda desconhecidas as causas do acidente, que ocorreram num dia com condições atmosféricas favoráveis, envolvendo um avião com menos de um ano e um piloto com quase cinco mil horas de voo.

A Administração da Aviação Civil de Taiwan proibiu a TransAsia de realizar voos com aviões do modelo que teve hoje o acidente (um bimotor turbo-hélice ATR-72 de fabrico franco-italiano), enquanto o presidente da companhia, Chen Xingde, anunciou ter começado a realizar inspeções aos motores de todos os aparelhos ATR.

O acidente ocorreu às 11:00 locais (03:00 em Lisboa) desta quarta-feira e as buscas de salvamento envolviam mais de mil elementos civis e militares, apoiados por várias lanchas, balsas e helicópteros.

As duas caixas negras já foram recuperadas, com o baixar da maré, e serão analisadas para estabelecer as causas do acidente.

O piloto efetuou três alertas de socorro para a torre de controlo do aeroporto Songshan de Taipé e que o avião, em vez de virar imediatamente em direção a sul após a descolagem, voou em linha reta e perdeu altitude, tocando num viaduto e atingindo um táxi, antes de cair no rio, a apenas cinco quilómetros da pista.

O condutor do táxi, que desmaiou após o embate, e a passageira ficaram feridos e foram transportados para um hospital, mas estão fora de perigo.

Este é o segundo acidente da TransAsia Airways em menos de um ano, depois de em julho passado se terem registado 49 mortos e 10 feridos na queda de um avião do mesmo modelo, durante uma tentativa de aterragem de emergência, num dia com más condições meteorológicas.

Lusa

 




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.