Furacão SANDY

0

 

Depois de um caminho destrutivo através das Caraibas, o Furacão Sandy causou extensos danos ao longo da Costa Leste. No sul de Nova Jersey provocou grandes inundações, paralizou transportes, danos estruturais e quedas de energia. A cidade de Nova York foi duramente marterizada. A tempestade foi tão grande, estimando uma largura com cerca de 1.000 quilômetros. As condições impostas pelo Furacão Sandy para West Virginia e as ondas que se manifestaram nas proximidades do Lago Michigan foram bastante danosas. A previsão é que o Furacão Sandy terá causado cerca de $30 bilhões em danos nos Estados Unidos. Até o momento, a tempestade matou mais de 100 vidas.

 

US Coast Guard via AFP/Getty Images

O furacão Sandy inundou casas em Tuckerton, NJ, no dia 30 de Outubro. Este após a sua passagem alagou o litoral sul de Nova Jersey no dia 29 de Outubro.

 

 

 

 

 

 

Andrew Burton/Getty Images

Carros a flutuar após o furacão Sandy em 30 de Outubro no distrito financeiro de Nova York. A tempestade causou grandes inundações em grande parte do litoral do Atlântico. O presidente Barack Obama declarou situação de “grande desastre” para grandes áreas da costa leste dos EUA, incluindo Nova York.

 

 

 

 

Keith Bedford/Reuters

Um morador olha para os restos de casas queimadas no bairro Breezy Point em New York, no dia 30 de Outubro. Milhões de pessoas em todo o leste dos Estados Unidos acordaram nessa terça-feira com a destruição provocada pelo Furacão na região mais povoada dos EUA, inundado o metro de Nova York e ruas no distrito financeiro de Manhattan.

 

 

 

 

Susan Walsh/Associated Press

Sveinn Storm, proprietário da Tempestade Ice Cream Factory Bros retira as águas da inundação para fora da sua loja em Annapolis, Maryland, no dia 30 de Outubro, no rescaldo do Furacão Sandy que passou na Costa Leste.

 

 

 

 

 

 

Mehdi Taamallah/AFP/Getty Images

As pessoas são evacuadas de um bairro de Little Ferry, NJ, um dia após o furacão Sandy que bateu a Costa Leste.

 

 

 

 

 

 

Jonathan Ernst/Reuters

Zoe Jurusik (20) anda de bodyboard numa rua da cidade inundada,após a passagem do furacão Sandy em Bethany Beach, Delaware, no dia 30 de Outubro. Milhões de pessoas ficaram limitadas após a passagem do Furacão Sandy na terça-feira tanto em Nova York como em toda a faixa  leste dos Estados Unidos que lutaram contra inundações e a falta de energia.

 

 

 

 

 

Tom Mihalek/Reuters

EUA, Route 30, White Horse Pike, uma das três principais vistas da Atlantic City, N.J., é coberta com água de Absecon Bay. nesta vista virada para o oeste, durante a aproximação do furacão Sandy em 29 de Outubro. O Furacão Sandy chegou à Costa Leste do EUA na segunda-feira com fortes ventos e chuvas torrenciais, com o furacão a condicionar os transporte, a fechar empresas e a deslocar milhares de pessoas antes que o pior acontecesse.

 

 

 

 

Charles Sykes/Associated Press

Um estacionamento de táxis é inundado no dia 30 de Outubro, como resultado do Furacão Sandy em Hoboken, N.J.

 

 

 

 

 

 

Clem Murray/Philadelphia Inquirer via Associated Press

Barcos que se aglomeraram numa marina em Brant Beach, na ilha de Long Beach da costa de New Jersey, um dia depois do Furacão Sandy ter passado no dia 29 de Outubro.

 

 

 

 

 

 

Jessica Hill/Associated Press

Detritos a flutuar à volta de uma casa após o Furacão Sandy em East Haven, Connecticut, no dia 30 de Outubro. O Furacão Sandy que atingiu a costa segunda-feira, causou várias mortes, parou todos os meios de transporte e destruiu mais de 6 milhões de casas e empresas.

 

 

 

 

 

Mehdi Taamallah/AFP/Getty Images

A linha escura no horizonte em Manhattan é vista no dia 30 de Outubro, um dia após o furacão Sandy ter passado. Começa a surgir a vida em terra, mas ainda sem expressão na parte do sul de Manhattan.  Muitos nova-iorquinos parecem estar a ultrapassar os danos causados pelo Furacão Sandy.

 

 

 

 

Andrew Burton/Getty Images

Água que corre para o túnel Carey (anteriormente ao túnel da Brooklyn Battery), causada pelo Furacão Sandy no dia 29 de Outubro no distrito financeiro de Nova York.

 

 

 

 

 

 

John Minchillo/Associated Press

Profissionais de Saúde ajudam um paciente numa ambulância durante uma evacuação do Hospital da Universidade Tisch de Nova York no dia 29 de Outubro. O hospital de Nova York deslocou mais de 200 pacientes após seu gerador ter falhado aquando a falha de energia pela tempestade.

 

 

 

 

 

Michael Heiman/Getty Images

Os trabalhadores do hospital evacuam um paciente, Deborah Dadlani da NYU Langone Medical Center durante o furacão Sandy na noite de 29 de Outubro, em Nova York. Mais de 200 pacientes foram retirados do hospital depois de geradores ter falhado devido a inundações na sequência de uma queda de energia.

 

 

 

 

 

Adrees Latif/Reuters

Moradores, iluminados por veículos da polícia, nas ruas durante uma queda de energia em Lower Manhattan no dia 29 de Outubro.

 

 

 

 

 

 

Brendan McDermid/Reuters

Gerente, Devin Vilardi, usa uma lanterna durante as sua atividade no bar Professor Thom, que ainda estava servindo bebidas, embora eles não estivessem envolvidos diretamente no Furacão Sandy em Nova York, no dia 30 de Outubro. Milhões de pessoas enfrentaram inundações e falta de energia após o Furacão Sandy ter causado estragos numa boa parte da Costa Leste dos Estados Unidos, com ventos fortes e chuvas torrenciais.

 

 

 

 

NASA

O Furacão Sandy nesta imagem de satélite da NASA é visto sobre as Bahamas no dia 25 de Outubro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jason DeCrow/Associated Press

Uma fotografia flutua na rua inundada na sequência do Furacão Sandy no dia 30 de Outubro em Massapequa, N.Y.

 

 

 

 

 

 

US Coast Guard via Reuters

O HMS Bounty, um veleiro de 180 pés, é mostrado submerso no Oceano Atlântico durante o Furacão Sandy a cerca de 90 km a sudeste de Cape Hatteras, Carolina do Norte, no dia 29 de Outubro. Da tripulação de 16 pessoas, a Guarda Costeira resgatou 14, recuperou uma mulher e está procurando o capitão do navio.

 

 

 

 

 

 

Robert Ray/Associated Press

Uma ambulância está presa na neve na estrada 33 West, perto Belington, Virgínia Ocidental, no dia 30 de Outubro. o Furacão Sandy cobriu partes de West Virginia numa altura de mais de um metro de neve, cortando a energia a pelo menos 264 mil utilizadores e fechou dezenas de estradas.

 

 

 

 

 

Chuck Liddy/The Charlotte Observer via Associated Press

Brannen Hinerman (19) luta pela sua vida, bem como amigo James Turner, em Boone, Carolina do Norte, no dia 30 de Outubro. A Carolina do Norte tem montanhas e no inverno com Furacão Sandy trouxe ventos fortes, temperaturas de congelamento e vários centímetros de neve para as montanhas.

 

 

 

 

Adrees Latif/Reuters

Uma pessoa num roupão de banho faz uma cambalhota na chuva ao visitar Times Square, em Nova York, no dia 29 de Outubro. Com o Furacão Sandy aproximar-se, estes parecem querer proteger o lugar onde vivem, face aos ventos fortes e inundações. Os nova-iorquinos parecia ser tudo sobre indiferença da manhã de segunda-feira, uma atitude que não durou até à tarde.

 

 

 

 

 

Jessica Rinaldi/Reuters

Uma menina salta na varanda de uma casa de campo na Praia Roy Carpenter, que foi destruída pelo Furacão Sandy em Matunuck, RI, no dia 30 de Outubro. Milhões de pessoas em toda a Costa Leste dos Estados Unidos despertaram esta terça-feira com a destruição provocada pelo Furacão Sandy, que se debateu sobre a região mais povoada do país.

 

 

 

 

 

Steve Helber/Associated Press

Glenn Heartley puxa uma corda que está presa ao seu carro, para poder reboca-lo de um riacho em Chincoteague, Virgínia, no dia 30 de Outubro. Heartley e a sua mulher foram arrastados para fora da estrada, para um riacho durante a chegada do Furacão Sandy.

 

 

 

 

 

 

 

Lucas Jackson/Reuters

Um trabalhador estabiliza a proa de um barco antes de sua remoção da água para a Bacia Ponquogue Marinha, na preparação para a chegada do Furacão Sandy em Hampton Bays, no dia 28 de Outubro.

 

 

 

 

 

Timothy A. Clary/AFP/Getty Images

Um homem com uma lanterna numa mercearia para adquirir mantimentos em East Village, em Nova York, no dia 30 de Outubro, face às consequências do furacão Sandy. A tempestade deixou grande parte da cidade de Nova York, sem energia e transporte.

 

 

 

 

 

Alex Wong/Getty Images

Membros da tripulação de reparação do Delmarva Power na substituição de um poste de energia que ficou danificado durante o Furacão Sandy, no dia 30 de Outubro em Ocean City, Maryland. A tempestade já levoua à perda de pelo menos 33 vidas, nos Estados Unidos, e causou grandes inundações em grande parte no litoral do Oceano Atlântico . O presidente Barack Obama declarou situação de “catátrofe” para as áreas da Costa Leste dos EUA, incluindo Nova York, com cortes de energia e inundações generalizadas e significativo em partes da cidade.

 

 

 

Scott Eisen/Reuters

Dois meninos a correr na Foster Avenue, luntando contra os ventos fortes e os efeitos da ondas do Furacão Sandy em Marshfield, Massachusetts, no dia 29 de Outubro.

 

 

 

 

 

 

Mehdi Taamallah/AFP/Getty Images

Um homem tira uma foto do John B. Caddell, um petroleiro de 700 toneladas que deu à costa de Staten Island, em Nova York, durante uma tempestade provocada pelo furacão Sandy, no dia 30 de Outubro. Foram vários os número de mortos e desaparecidos em consequência do furacão Sandy nos Estados Unidos e Canadá.

 

 

 

 

 

Timothy A. Clary/AFP/Getty Images

As Torres do Empire State Building ao fundo de um apartamento destruido em Chelsea, Nova York,no dia 30 de Outubro, pela manhã após o Furacão Sandy.

 

 

 

 

 

 

 

Mike Groll/Associated Press

Esta foto aérea no dia 30 de Outubro mostra a destruição das casas na seção Breezy Point no bairro de Queens em Nova Iorque. O bairro à beira-mar foi inundado pelas águas, transformando-o num canto campo de destroços.

 

 

 

 

 

 

Desmond Boylan/Reuters

As pessoas andam na rua repleta de escombros após o Furacão Sandy ter passado por Santiago de Cuba, no dia 26 de Outubro. O governo cubano disse na noite de quinta-feira que 11 pessoas morreram pela tempestade que se abateu sobre toda a ilha.

 

 

 

 

 

Dieu Nalio Chery/Associated Press

Uma mulher grita em frente à sua casa inundada consequência das fortes chuvas do furacão Sandy em Port-au-Prince, Haiti, no dia 25 de Outubro. O Furacão Sandy abateu-se sobre toda a zona leste montanhosa de Cuba e foi em direção a Bahamas na quinta-feira como uma tempestade de categoria 2, trazendo fortes chuvas e ventos.

 

 

 

 

 

Ricardo Rojas/Reuters

As pessoas sentam-se no telhado de casas submersas aquando a cheia no bairro de Barquita, em Santo Domingo, depois de dias de chuva forte, no dia 26 de Outubro. O Furacão Sandy dirigiu-se para a Costa Leste dos EUA na sexta-feira depois de matar pelo menos 41 pessoas ao passar pelas Caraíbas.

 

 

 

 

 

Adam Hunger/Reuters

Moradores são resgatados pelas equipas de emergência a partir das águas das cheias provocadas pelo Furacão Sandy em Little Ferry, Nova Jersey, no dia 30 de Outubro. Milhões de pessoas em todo o Leste dos Estados Unidos acordaram nessa terça-feira com a destruição provocada pela tempestade, que passou pela região mais povoada de Nova York, inundando o metro e submergindo as ruas pelo distrito financeiro de Manhattan.

 

 

 

 

Mario Tama/Getty Images

Pessoas que estão num monte de terra no dia 30 de Outubro a ver a área onde uma rua “da parte de cima da cidade” foi destruída aquando as cheias provocadas pelo Furacão Sandy em Atlantic City, N.J.

 

 

 

 

 

Lucas Jackson/Reuters

Um homem afasta-se de uma casa que foi cercada ela água em consequência do Furacão Sandy, em Bellport, N.Y. no dia 30 de Outubro.

 

 

 

 

 

Lucas Jackson/Reuters

Um carro é arrastado a atravessar a água, em consequência do furacão Sandy em Southampton, Nova Iorque no dia 29 de Outubro. O Furacão Sandy que caiu sobre a Costa Leste, levou que nessa segunda-feira centenas de milhares de pessoas se mudassem para um lugar mais alto, sem transporte público. O mercado financeiro também fechou face às condições meteorológicas, facto que não acontecia em 27 anos.

 

 

 

 

John Minchillo/Associated Press

Uma pessoa toca numa árvore que caiu e esmagou um carro estacionado em East 7th Street, em Lower Manhattan, bairro East Side no dia 30 de Outubro, em Nova York. A cidade acordou nessa terça-feira com o metro inundado, o mercado financeiro fechou e centenas de milhares de pessoas ficaram sem energia elétrica um dia depois da água do mar e ventos fortes se abater sobre a cidade, destruindo edifícios e inundando túneis.

 

 

 

 

Andrew Burton/Getty Images

Uma mulher chega à Escola Secundária Seward Park, que está a funcionar como um centro de acolhimento face ao Furacão Sandy, no dia 28 de Outubro na cidade de Nova York.

 

 

 

 

 

 

Jim Watson/AFP/Getty Images

Timothy O’Hara pratica Kick Boxing com seu filho Isaiah de cinco anos de idade enquanto a sua esposa April numa cama improvisada observa. As outras suas filhas Neemias e Tiana jogam no meio do abrigo, no ginásio em Milford, Delaware, no dia 28 de Outubro depois que eles se deslocarem da sua casa em Rehoboth Beach devido ao Furacão Sandy que avançava sobre a sua zona.

 

 

 

 

Kayana Szymczak/The Boston Globe

Esther Owolabi (esquerda) e Gustavo Grande (sentado) retidos no aeroporto de Logan, em Boston, Massachusetts, no dia 29 de Outubro. Esther Owolabi voou de Chicago para Boston para apanhar um autocarro para a D.C., pois todos os voos tinham sido cancelados. Gustavo Grande tinha um voo para San Francisco que também foi cancelado até sexta-feira.

 

 

 

 

 

Mike Stobe/Getty Images

Apenas poucos bens alimentares permanecem nas prateleiras do supermercado Waldbaums resultado das previsões do Furacão Sandy no dia 28 de Outubro, em Long Beach, N.Y.

 

 

 

 

 

 

Allison Joyce/Getty Images

A água inundou as Lojas do Plaza, em consequência do furacão Sandy no dia 30 de Outubro, em Manhattan. A tempestade já levou à perda de pelo menos 16 vidas, nos Estados Unidos e causou grandes inundações em grande parte do Litoral Atlântico.

 

 

 

 

 

Jessica Hill/Associated Press

A tempestade atinge uma árvore de pequeno porte em consequência do Furacão Sandy no Seaside Park em Bridgeport, Connecticut, no dia 29 de Outubro. A água em Long Island Sound surgiu pelas estradas e cidades ao longo da costa de Connecticut na segunda-feira, manifestando os primeiros sinais de uma tempestade que ameaçava ser devastadora.

 

 

 

 

Tony Dejak/Associated Press

Ondas batem contra um farol na margem do Lago Erie no dia 30 de Outubro perto de Cleveland, Ohio. Ventos fortes em consequência do Furacão Sandy levou a uma situação dramática no nordeste de Ohio início terça-feira, arrancando árvores, cortando a energia a centenas de milhares de pessoas, fechando escolas e inundando partes das principais artérias de transporte regional ao longo do Lago Erie.

 

 

 

Mark Lennihan/Associated Press

Pessoas vendo e fotografando os ventos fortes e a forte ondulação em Coney Island Beach, no bairro de Brooklyn de Nova York, quando o Furacão Sandy chega no dia 29 de Outubro. O Furacão Sandy apareceu segunda-feira, levando ao encerramento dos transportes, escolas e mercados financeiros, ao deslocamento de moradores de áreas costeiras que fugiram pela ameaça de ficarem imersos em consequência do Furacão.

 

 

 

 

Steve Earley/The Virginian-Pilot via Associated Press

O Departamento Vice Cliff Tice do Xerife do Condado de Dare, percorre o danificado e intransitável NC 12 que vai até Mirlo Beach em Rodanthe, Carolina do Norte, no dia 30 de Outubro. Pessoas em Outer Banks da Carolina do Norte enfrentam inundações e estragos provocados pelo Furacão Sandy, mas as autoridades de gestão de emergência dizem que poderia ter sido pior.

 

 

 

 

Robert F. Bukaty/Associated Press

Um trabalhador corta uma árvore que caiu numa estrada no início do Furacão Sandy no dia 29 de Outubro em Old Orchard Beach, Maine. O Furacão Sandy apareceu segunda-feira, levando ao encerramento dos transportes, escolas e mercados financeiros, ao deslocamento de moradores de áreas costeiras que fugiram pela ameaça de ficarem imersos em consequência do Furacão.

 

 

 

 

Steven Senne/Associated Press

Christopher Hannafin, de South Kingstown, Rhode Island, entra na casa de um amigo por uma janela para salvar os bens que restaram da estrutura destruída em consequência do Furacão Sandy, na Praia de Roy Carpenter, na aldeia de Matunuck, em South Kingstown no dia 30 de Outubro.

 

 

 

 

 

Shannon Stapleton/Reuters

Martha Hiatt apanha sacos de areia na zona de Porto Belle de Rockaway Beach, no bairro de Queens em Nova York no dia 28 de Outubro na preparação para a chegada do Furacão Sandy.

 

 

 

 

 

 

Bill Greene/The Boston Globe

Um homem protege um barco em Woods Hole, Massachusetts, no dia 29 de Outubro durante o Furacão Sandy.

 

 

 

 

 

 

Jessica Hill/Associated Press

Uma mulher passa por uma casa que ruiu resultado do Furacão Sandy em East Haven, Connecticut, no dia 30 de Outubro.

 

 

 

 

 

 

Jason DeCrow/Associated Press

A areia marca a linha da cheia do lado de fora de uma casa após o Furacão Sandy no dia 30 de Outubro, em Long Beach, New York. O Furacão Sandy atingiu a costa segunda-feira, causando múltiplas mortes, encerrando os transportes e cortando a energia a mais de 6 milhões de casas e empresas.

 

 

 

 

Susan Walsh/Associated Press

Memorial de Kunta Kinte-Alex Haley em águas de cheias no centro de Annapolis, Maryland, no dia 30 de Outubro após o Furacão Sandy ter passado por Anápolis.

 

 

 

 

 

Associated Press Photo/Julio Cortez

Brian Hajeski (41) de Brick, N.J., reage ao que vê em relação aos restos de uma casa que surge na direção à Ponte Mantoloking após o Furacão Sandy na manhã do dia 29 de Outubro em Mantoloking, N.J.. O Furacão Sandy atingiu a costa segunda-feira, causando múltiplas mortes, encerrando os transportes e cortando a energia a mais de 6 milhões de casas e empresas.

 

 

 

 

Shannon Stapleton/Reuters

Um arco-íris é visto entre as casas destruídas pelos efeitos do furacão Sandy na zona de Breezy Point do bairro de Queens em Nova York, no dia 30 de Outubro. Milhões de pessoas em todo o Leste dos Estados Unidos acordaram esta terça-feira com a destruição provocada pela tempestade, que ocorreu na zona mais povoada dos EUA, inundado o metro de Nova York e submergindo as ruas no distrito financeiro de Manhattan.

 

 

 

 

Fonte: Boston.com por Lloyd Young

Tradução: Bombeiros.pt por Luís Andrade

 




Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.