Equipa Cinotécnica dos Bombeiros de Valongo adquirem DRONE | FOTORREPORTAGEM

0

A Equipa Cinotécnica dos Bombeiros de Valongo conta com mais uma valência inovadora na Busca e Salvamento de Pessoas.

Esta Equipa adquiriu um Drone especifico de modo a facilitar a localização de pessoas desaparecidas.
Estas aeronaves são controladas à distância seja por controlo remoto manual ou computorizado, tendo sempre como supervisão o controlo humano mas na sua grande maioria autónomos no seu voo. O Drone adquirido, da Marca YUNNEC (TYPHOON H PRO), permite captação e gravação de imagens em tempo real e podem cobrir vastas áreas de terreno montanhoso e de difícil acesso. A sua capacidade extraordinária de captar imagens de alta qualidade, com grandes ângulos (360º), com possibilidade do recurso e acoplamento de câmaras térmicas, de visão nocturna e até de infravermelhos e a possibilidade de essas mesmas imagens serem vistas em directo num posto de comando local ou até remoto via Internet, seja na observação de um acidente Multi-vítimas, em operações de Busca e Salvamento ou até mesmo no simples transporte de equipamento leve irá aumentar a eficácia na resposta desta equipa neste tipo de cenários.

Com a utilização das redes móveis de Internet em locais com cobertura 3G/4G é já possível em tempo real transmitir imagens de alta resolução e qualidade ao segundo para qualquer parte do mundo. Nos testes que foram efetuados, ao YUNEEC TYPHOON H PRO, obtemos cerca de 25 minutos de autonomia (por bateria), num equipamento programado de fábrica para não ir além dos 160 metros de altura mas que pode ser modificado no seu software para atingir altitudes superiores de altura, no entanto derivado a aquisição de varias baterias poderemos manter este Drone em permanência quase total no ar.

Aparelhos como o YUNEEC TYPHOON H PRO trazem consigo tecnologia de posicionamento GPS. Antes do equipamento levantar voo ele adquire posicionamento GPS e fica não só capaz de saber as suas coordenadas de localização como também a altitude a que se encontra, com margem de erro de poucos centímetros. Isto permite ao DRONE numa situação em que perde o contacto com a interface humana, entenda-se comando à distância, parar no local onde se encontra e definir uma rota de regresso ao exato local onde levantou.

No entanto a utilização deste tipo de aparelho requer alguma prática, entender alguns conceitos, perceber os locais perigosos para voar e acima de tudo, principalmente no âmbito da proteção civil a convivência destes aparelhos com meios aéreos a operar. Assim sendo esta Equipa estabeleceu um protocolo com a conceituada Empresa RMPro que forneceu formação, que inclui treinos de voo, aprendizagem de manutenção de equipamento, simulacros, entre outras situações para que os elementos da equipa tenham total independência no terreno e o máximo de eficácia possível. Com a utilização deste tipo de tecnologia e em conjunto com os nossos canídeos, pretende-se aumentar a eficácia da Equipa nas suas missões de Busca e Salvamento.

Fonte: Equipa Cinotecnica Bombeiros Valongo




Sobre quem enviou a noticia

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

É natural e residente em Gouveia, a sua vida profissional está ligada nestes últimos 18 anos à área de consultadoria em seguros. Em 2013 foi fundador da empresa LICATEL - Soluções em Telecomunicações onde é sócio/gerente. Desde tenra idade ingressou nas camadas jovens dos Bombeiros de Gouveia tendo permanecido alguns anos nos quadros, ultimamente passou pela Direcção da referida Instituição dinamizando a área de comunicação e imagem. Frequentou a licenciatura em Gestão de Marketing no IPAM de Aveiro. Passou por diversas Associações de Gouveia dando o seu contributo.