Para uma floresta valorizada, uma Carreira reconhecida!

0

Alexandre Carvalho

Mais um ano que está prestes a terminar, foi um ano atípico marcado por uma nova realidade que esta bem presente entre nós. Um ano onde se iniciou uma jornada de luta nacional pelas reivindicações profissionais dos Sapadores Florestais, trabalhem eles em entidades públicas ou privadas, porque, por mais divisionismo que queiram instalar, somos todos iguais e lutaremos todos pela concretização da Carreira e do Estatuto Profissional.

Desde a última crónica que recebi centenas de mensagens de apoio à nossa luta, ao nosso reconhecimento pela profissão e ao nosso trabalho. É certo que ainda temos um longo caminho a percorrer e muitas batalhas para travar, até conseguir alcançar aquilo que é nosso por direito, mas desistir é uma palavra que não vêm no dicionário do Sapador Florestal.

A luta faz-se todos os dias, junto do Governo, dos Grupos Parlamentares, dos Partidos Políticos ou entidades patronais e é aqui, que está grande parte do nosso trabalho, aquele trabalho que não aparece nos holofotes, que é feito na sombra e que é tão importante como a luta pela Carreira e o Estatuto Profissional. 

A resolução e a mediação de problemas entre os trabalhadores e a sua entidade patronal é aquele trabalho sombra que poucos conhecem, mas que é essencial e vital para garantir o cumprimento dos direitos laborais dos trabalhadores, aquele trabalho, onde sou muitas das vezes ameaçado por representantes de entidades privadas e públicas apenas porque sei o que se passa por lá e ter um sindicato que se preocupa com os trabalhadores parece que é quase uma miragem neste setor.

Já perdi a conta às vezes que telefonei, mandei emails, questionem sobre incumprimentos laborais por parte das entidades patronais, dar a cara e o corpo as balas em defesa do setor é doloroso, mas nem essa dor me retira a vontade de continuar a defender os meus camaradas. 

Continuaremos aqui em 2021, a lutar lado a lado com os Sapadores Florestais de Vinhais que tem 2 meses de salários em atraso e respetivos subsídios de natal e férias. O SNPC, através do seu gabinete jurídico já denunciou o caso à ACT e tudo fará para que a situação fique resolvida;

Continuaremos a acompanhar o caso do colega que ficou amputado de uma parte do corpo no exercício da sua missão e ao qual endereçamos as melhoras;

Estaremos aqui para repor a totalidade do subsídio de férias aos colegas do Minho;

Para obrigar as entidades patronais a disponibilizar EPI’s adequados aos seus trabalhadores, para que desenvolvam o seu trabalho em segurança;

Estaremos aqui para obrigar as entidades privadas e públicas a cumprir a lei e o código de trabalho. 

Continuaremos aqui para todos os Sapadores Florestais de Portugal, porque é esse o nosso compromisso para 2021, continuar a defender, a representar e a lutar por todos nós. 

Em meu nome pessoal e do SNPC – Sindicato Nacional da Proteção Civil, desejo Boas Festas e que 2021 seja um ano de concretizações profissionais e de muita prosperidade. 

https://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=pt103982 

Para uma floresta valorizada, uma carreira reconhecida! 

 

Alexandre Carvalho

About author

Daniel Rocha

Nasceu na Guarda. Para além da vida de professor, dedica-se a muitas outras actividades. A sua ligação e gosto pelo mundo da imprensa levaram-no a ser colaborador da Rádio Altitude (Guarda) e do jornal Notícias de Gouveia (Gouveia).