Mais do mesmo

0
Rama da Silva

Rama da Silva

Não há meio de acertarem. Cada vez que nos confrontamos com relatórios sobre fogos florestais invariavelmente concluímos que estamos perante mais do mesmo. Longe de por em causa os autores dos relatórios e a honestidade intelectual e técnica com que os elaboraram permito-me estranhar a sua divulgação, ainda em fase preliminar, e a sua divulgação ao estilo “show-off”.

Qual a razão e a quem serve a divulgação de mais um relatório, que nem ainda conhecemos mas de que, estranhamente, já muito se fala, e ainda por cima preliminar, ou seja, ainda prévio, ainda por concluir.

O meu companheiro Jaime Marta Soares, presidente da LBP, e muito bem, manifestou a mágoa e a revolta por mais uma vez terem atirado cá para fora informações desgarradas, apressadas sem qualquer debate prévio e apuramento final, sublinhe-se, apuramento final de todas as responsabilidades.

Todos sabemos que as circunstâncias em que ocorreram este ano as mortes dos oito bombeiros foram particularmente difíceis, a aconselhar análise ponderada sobre todas as etapas que conduziram a esse desfecho trágico. Importa, desde logo, saber quem os enviou para lá, em que termos é que foram posicionados no terreno, de quem partiu a ordem.

Não sei se o relatório, na sua versão final, irá ponderar e apontar isso. Se não o fizer, lamento. Por que a verdade ficará por apurar. Ao contrário, se definir exactamente como tudo aconteceu, então, será importante que se assumam as respectivas responsabilidades.

O facto do relatório, na sua fase preliminar, supomos, não referir esses aspectos considerados fundamentais poderá permitir-nos concluir, ou que foi manipulado na sua divulgação recente, ou, pura e simplesmente, erradamente não reflecte neste fase preliminar aquilo que supostamente virá a considerar-se na versão final como essencial.

Venha rapidamente a versão final do relatório para que, então, possamos fazer uma análise detalhada do seu conteúdo. Acredito que seja um relatório científico. Acredito que o carácter político que já muitos lhe apontam, afinal, não se venha a confirmar. Por que ficariam muito mal posicionados os cientistas que o elaboraram se isso tivesse ocorrido.

Para já, estamos perante mais do mesmo. Espero que no final tudo seja diferente. Não sendo, muita gente sai chamuscada. E nem são os bombeiros, estou certo.

 

 

ramasilva



Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.