Comando Nacional de Bombeiros

1

João Paulo - JPCongratulo-me com a nomeação do comandante Marco Martins para adjunto de operações nacional da Autoridade Nacional de Protecção Civil.

Sou admirador das suas qualidades como profissional e como voluntário, mas sobretudo, tenho a maior consideração pelo seu humanismo, altruísmo e humildade. Um caracter raro que tanto falta no sector e que fui observando no seu corpo de bombeiros de Óbidos, na Força Especial de Bombeiros e, particularmente, na Escola Nacional de Bombeiros.

Esta excelente notícia rompe com um caudal de informação que nos deprime e nos agustia. É assim, de uma forma positiva, que início a minha colaboração com o portal Bombeiros.pt.

A notícia poderia ser melhor? Podia. Se o Marco Martins fosse empossado elemento do comando nacional de bombeiros. “Mas, isso não existe”, dir-me-ão. Não existe. Mas, devia existir.

Os bombeiros merecem e necessitam da sua própria estrutura.

Os bombeiros têm homens e mulheres nas suas fileiras competentes e capazes de assumir comandos regionais e nacional autónomos.

Os bombeiros têm o Marco Martins e têm outros.

Façam os bombeiros o favor de não os destruir, de não serem os próprios bombeiros a “queimar” os seus camaradas a soldo, mesmo que inconsciente, ou não, de uma qualquer entidade externa.

“A união faz a força” e (agora está na moda) é “o povo quem mais ordena”, ou não!

João Paulo Teixeira




Sobre quem enviou a noticia

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.