Última Hora: VLGI apresentados hoje em Carnaxide

0

Sistema nacional de combate a incêndios vai ficar mais capaz com a introdução deste Veículo Longos de Gestão de Incêndios (VLGI).

Foi hoje apresentado em Carnaxide ao «Boca» d’ Incêndio, na sede do Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) e da Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC), o Veículo que transportará os Peritos das diversas áreas de: combate a incêndios, análise meteorológica, busca e salvamento, socorro pré-hospitalar, análise ambiental, análise hortícola, momento pós-coito, alimentação diversificada, peso e colesterol, logística geral, logística específica, alguma logística, recuperação de áreas ardidas, limpeza florestal, análise criminal, vistoria de comportamento correcto de bombeiros e diversos membros do ministério público e forças policiais.

Segundo o presidente da autoridade, que falou um bocadinho connosco, este é “o veículo mais indicado para o transporte de todos estes elementos, pois é espaçoso e tremendamente raçudo. Para além de trazer um ar cosmopolita e estrangeiro que tanto agrada cá no feudo”. O «Boca» d’ Incêndio estranhou a palavra feudo! O Senhor Presidente explicou que “feudo é só uma maneira de dizer, pois todos sabem que isto tudo é uma democracia”.

Já o Comandante Nacional disto tudo disse ao «Boca» d’ Incêndio que “o típico autocarro britânico de turismo é uma preciosidade capaz de transportar os senhores peritos com óptima qualidade e visibilidade. Pois tem serviço de catering, massagens personalizadas para descontrair o stress dos peritos e tem uma velocidade capaz de chegar a todo o lado a tempo.” A tempo de quê, perguntou o «Boca» d’ Incêndio! “A tempo de decidir qualquer coisa, quanto mais não seja decidir o que se faz para o jantar!”, concluiu o senhor comandante. Questionado sobre o número de veículos VLGI a colocar à disposição da Protecção Civil, o senhor Comandante informou que “para já são 20, um por cada distrito e dois para os Açores e Madeira. No caso da Madeira, teremos de colocar posteriormente mais um em Porto Santo. Nos Açores, este fica na Ilha Terceira e logo seguirão mais oito.” “Já agora, estes VLGI ficarão junto aos CDOS e poderão, durante o período mais calmo, ser usados para visitas turísticas”, concluiu o senhor Comandante.

Contactado pelo «Boca» d’ Incêndio, o presidente da Liga afirmou estar “contra estes vermelhões” por “servirem apenas para gastar dinheiro”. “Onde já se viu, ir a Londres comprar autocarros quando temos os antigos do Sporting aqui tão perto!”

Os Comandantes dos Bombeiros, contactados pelo «Boca» d’ Incêndio, não quiseram tecer muitas considerações, mas um adiantou que “quando chegarem ao fogo com aquilo, já está tudo feito e depois vão falar que têm 100% de sucesso”.

O «Boca» d’ Incêndio continuará a seguir este caso e, para que seja tudo claro, está a tentar ficar com um destes VLGI para ele próprio!

Entra na página do Facebook do Portal Bombeiros.pt (https://www.facebook.com/www.Bombeiros.pt), faz “Gosto” e conhece em primeira mão todas as notícias que o «Boca» d’Incêndio tem para te oferecer!

Envia-nos também as notícias e fotos do teu corpo de bombeiros ou de outras forças operacionais para redacao@bombeiros.pt e ajuda a manter informados todos os Bombeiros Portugueses!

A inovação na informação passa por ti!

 




Sobre quem enviou a noticia

«Boca» d’ Incêndio

«Boca» d’ Incêndio

A «Boca» d’ Incêndio é o nome que intitula uma rubrica humorista do portal bombeiros.pt. Jornalistas e bombeiros desenvolvem semanalmente notícias humorísticas que “esmiúçam” os bastidores do mundo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Apesar de devidamente identificada como «Boca» d’ Incêndio, esta rubrica leva a que alguns dos nossos leitores acreditem no seu conteúdo, derivado à proximidade das notícias com a realidade. No entanto, todas as notícias publicadas na «Boca» d’ Incêndio são puramente ficcionais ou não e não pretendem mais do que trazer sorrisos e bom humor ao universo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Sorria e esteja atento às madrugadas de Sábado, no momento em que a «Boca» d’ Incêndio jorrará!