Última Hora: Faixas de segurança não foram criadas por culpa do ex-CONAC

0

Revelação foi feita pelo deputado Duarte Marques, natural de Mação, que acompanhou todos os trabalhos de prevenção e combate a incêndios no seu concelho.

Sabe o «Boca» d’ Incêndio que o Ex-Comandante Nacional de Operações de Socorro (CONAC), Rui Esteves, é o grande responsável pela falta de limpeza em todas as cidades e aldeia que viram o seu perímetro invadido pelos incêndios deste Verão. Segundo fonte bem colocada dentro da ANPC, “o CONAC não deixou que que a limpeza fosse feita!” A mesma fonte declarou que “os presidentes de câmara dos concelhos atingidos pelos incêndios deste Verão até fizeram um abaixo-assinado, dirigido ao ex-CONAC, onde pediam que lhes fosse dada autorização para proceder à gestão de combustíveis numa faixa mínima de 50 metros em redor das edificações ou instalações existentes, inseridas em zonas rurais, MAS tal autorização não foi concedida pelo responsável da Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC)”.

Após investigação pormenorizada elaborada pelo «Boca» d’ Incêndio, percebeu-se que os concelhos mais atingidos pelos incêndios deste ano são todos eles extremamente cuidadosos na garantia de segurança das suas populações e dos visitantes dos seus territórios. Porém, este ano “a limpeza não foi tão bem feita, porque o ex-CONAC não deixou”, garantiu o autarca da Guarda. “Vejam bem que, no meu território, a limpeza não pode ser feita porque não foi autorizada por ele [ex-CONAC], tendo eu que gastar o dinheiro noutras garantias de segurança: rotundas e jardins bem floridos”, afirmou o experiente responsável político.

Ao «Boca» d’ Incêndio, o autarca de Mação referiu que o seu “concelho estava preparado e limpo, faltando apenas as partes que vieram a arder e a provocar a destruição de algumas dezenas de casas”.

O autarca de Pedrogão Grande, contactado pelo «Boca» d’ Incêndio, aproveitou para afirmar que “o ex-CONAC queria ficar também com a responsabilidade da distribuição do dinheiro que deveria vir para o meu concelho”. Quando questionado sobre a limpeza de faixas de segurança no seu concelho, o presidente disse que “toda a gente sabe que essas faixas são só ‘para inglês ver’, pois não servem para nada, nem para fazer todo o terreno, mas foi o senhor ex-CONAC que me impediu de as fazer”. Este responsável deixou ainda um recado: “gostava que o dinheiro viesse, para que estas duas últimas semanas de Setembro ainda tivessem algumas obras”.

Sabe o «Boca» d’ Incêndio que os autarcas das zonas mais prejudicadas pelos incêndios deste Verão se reuniram num restaurante de Leitões na zona da Bairrada e que decidiram, “em caso de derrota nas eleições autárquicas”, processar o ex-CONAC por ser ele o culpado.

Duarte Marques esteve presente neste encontro, onde acabou por ser um dos elementos mais interventivos, não só nos brindes à saúde do ex-CONAC mas também na habilidade para tocar concertina com músicas da cantora Rosinha. No final do encontro, presenciado pela equipa de reportagem do «Boca» d’ Incêndio, o deputado acabou por levar no pacote uma perna de leitão bem tostada.




Sobre quem enviou a noticia

«Boca» d’ Incêndio

«Boca» d’ Incêndio

A «Boca» d’ Incêndio é o nome que intitula uma rubrica humorista do portal bombeiros.pt. Jornalistas e bombeiros desenvolvem semanalmente notícias humorísticas que “esmiúçam” os bastidores do mundo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Apesar de devidamente identificada como «Boca» d’ Incêndio, esta rubrica leva a que alguns dos nossos leitores acreditem no seu conteúdo, derivado à proximidade das notícias com a realidade. No entanto, todas as notícias publicadas na «Boca» d’ Incêndio são puramente ficcionais ou não e não pretendem mais do que trazer sorrisos e bom humor ao universo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Sorria e esteja atento às madrugadas de Sábado, no momento em que a «Boca» d’ Incêndio jorrará!