Taxistas vão fazer socorro pré-hospitalar

4

15997419Ministério da Saúde deu hoje luz verde à posição dos sindicatos de taxistas, que exigiam que, uma vez que lhe estava vedado o transporte de doentes, lhes fosse permitido efectuar o socorro pré-hospitalar e o consequente transporte emergente para as Urgências hospitalares.

Sabe o «Boca» d’Incêndio que foi hoje aprovado e publicado em Diário da República o despacho que autoriza os taxistas a fazerem socorro pré-hospitalar e a transportar os doentes emergentes para a Urgência mais próxima. Os porquês desta decisão ainda estão por explicar, mas fontes próximas do Ministério que tutela a emergência pré-hospitalar e dos sindicatos de taxistas já vieram explicar que “tudo se deve a uma questão de prioridades no trânsito das grandes cidades”.

Perante a tentativa do «Boca» d’Incêndio perceber melhor esta questão, as respostas foram rápidas e clarificadoras. Defendem estas fontes que mais de metade das ambulâncias que prestam este serviço vão estar, em breve, impedidas de actuar dentro das grandes cidades, pois todas elas irão desrespeitar as normas ambientais por serem veículos com matrícula dos anos noventa. E esta é a grande moeda de negociação dos taxistas que garantem que vão ter sempre veículos de última geração e preparados para dar grande comodidade aos doentes.

O Ministério da Saúde defende mesmo que este novo serviço será prestado com maior qualidade do que no caso das corporações de bombeiros e avança com uma justificação: “os taxistas têm sempre jornais actualizados e isso vai manter os doentes absortos da sua própria doença”. O «Boca» d’Incêndio ainda refutou estas afirmações, por saber que alguns doentes não ficam em condições de ler o jornal, mas fonte do Ministério afirmou que “é para isso que existem os rádios, com leitor de mp3 para os doentes escolherem a música que querem”.

Contactadas as associações que tutelam os bombeiros e o socorro nacional, o «Boca» d’Incêndio ficou a saber que foi dada autorização às associações de bombeiros para integrarem nas malas de primeiros socorros os jornais do dia e para começarem a “sacar” músicas do youtube. Já da parte do socorro médico, foi-nos dito que esta medida ia revolucionar o socorro em Portugal, uma vez que permitia a continuação da contratação de formadores próximos à entidade.

Nas últimas horas, recebeu o «Boca» d’Incêndio a informação de que a Sociedade Portuguesa de Autores ia processar os responsáveis por este despacho por claro incentivo à pirataria de conteúdos artísticos.

 

 




Sobre quem enviou a noticia

«Boca» d’ Incêndio

«Boca» d’ Incêndio

A «Boca» d’ Incêndio é o nome que intitula uma rubrica humorista do portal bombeiros.pt. Jornalistas e bombeiros desenvolvem semanalmente notícias humorísticas que “esmiúçam” os bastidores do mundo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Apesar de devidamente identificada como «Boca» d’ Incêndio, esta rubrica leva a que alguns dos nossos leitores acreditem no seu conteúdo, derivado à proximidade das notícias com a realidade. No entanto, todas as notícias publicadas na «Boca» d’ Incêndio são puramente ficcionais ou não e não pretendem mais do que trazer sorrisos e bom humor ao universo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Sorria e esteja atento às madrugadas de Sábado, no momento em que a «Boca» d’ Incêndio jorrará!