Helicópteros Kamov tramados pelo camarão tigre

0

camaraoAs recentes avarias na frota de helicópteros KAMOV do estado português provocaram um aumento significativo no preço do camarão tigre já cozinhado e servido quentinho a dois mil pés.

Sabe o «Boca» d’ Incêndio que as recentes avarias nos helicópteros de combate a incêndios de verão do frota Kamov não estão só a provocar dissabores e problemas aos operacionais de combate a incêndios. Uma fonte do processo, com as mãos ainda besuntadas de molho de alho, disse à nossa equipa de reportagem que “o principal problema está no camarão tigre”. Questionado sobre este assunto, e já com as mãos relativamente limpas, a fonte prosseguiu dizendo que “é ainda costume transportar alguns elementos que gostam de ver carros de bombeiros a combater os incêndios mediante o pagamento de um pacote de serviços. O voo no Kamov, durante uma hora, é pago a 500,00 euros (por pessoa), sendo servidos durante a viagem cinco camarões tigre a cada convidado. Temos viagens em que vão dez, mas não digam a ninguém, pois só poderíamos levar nove.”

Com estes dados, o «Boca» d’ Incêndio foi confrontar o presidente da Liga, grande apreciador deste marisco, que foi peremptório afirmando que “há uns que sabem tudo”, não revelando que sabe e o que sabem. Referiu, no entanto, que “enquanto se fez isso com helicópteros mais pequenos, eles nunca avariaram”. Concluindo que prefere “o camarão leão, que o Jorge Jesus faz”.

Sobre este assunto, os Comandantes dos Corpos de Bombeiros preferiram não tecer grandes comentários, alegando desconhecimento em relação a questões que envolvam Camarão Tigre. “Por aqui, é só em períodos festivos, lá pelo Natal ou Passagem de Ano, que se cheira o camarão. E digo cheira, porque comer… As contas são baixas e não se gasta em camarão o que serve para comprar dois pares de botas. Isso é lá para os grandões!”

O «Boca» d’ Incêndio conseguiu chegar à conversa com alguns dos técnicos responsáveis pela manutenção técnica destes meios aéreos. Segundo eles, “assim que os Kamov nos foram entregues, todo o livro de obra versava sobre um aspecto que nunca deveria falhar: o fogão eléctico onde o cozinheiro trabalhava! Nós dissemos que estávamos ali para a manutenção dos Kamov, mas o que eles sempre pretenderam foi a manutenção do fogão. Até nos obrigaram a fazer um curo rápido de conserto de máquinas de cozinha. Sentimo-nos completamente frustrados. Mas, como nem tudo era mau, ainda comemos umas boas doses de camarão tigre. As cascas é que estragavam as borrachas e o molho enferrujava um pouco os ferros.”

A cozinheira Maria do Céu, responsável pelos mariscos, afirmou ao «Boca» d’ Incêndio que “sempre foi um sonho voar rodeada de homens suados e fortes e sexys… Adorei fazê-los ir ao céu com os meus apetitosos camarões. Até levava um fato de tigresa e tudo.”

A investigação do «Boca» d’ Incêndio tentou reservar dois bilhetes para a próxima época de “Camarão Tigre no Kamov” pela agência oficial da confederação de bombeiros, mas os voos já se encontram esgotados até Setembro de 2020, período no qual conseguiremos mais informações.

Entra na página do Facebook do Portal Bombeiros.pt (https://www.facebook.com/www.Bombeiros.pt), faz “Gosto” e conhece em primeira mão todas as notícias que o «Boca» d’Incêndio tem para te oferecer!

Segue também o teu «Boca» d’ Incêndio em : https://www.facebook.com/BocadIncendio

_
A inovação na informação passa por ti!

 




Sobre quem enviou a noticia

«Boca» d’ Incêndio

«Boca» d’ Incêndio

A «Boca» d’ Incêndio é o nome que intitula uma rubrica humorista do portal bombeiros.pt. Jornalistas e bombeiros desenvolvem semanalmente notícias humorísticas que “esmiúçam” os bastidores do mundo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Apesar de devidamente identificada como «Boca» d’ Incêndio, esta rubrica leva a que alguns dos nossos leitores acreditem no seu conteúdo, derivado à proximidade das notícias com a realidade. No entanto, todas as notícias publicadas na «Boca» d’ Incêndio são puramente ficcionais ou não e não pretendem mais do que trazer sorrisos e bom humor ao universo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Sorria e esteja atento às madrugadas de Sábado, no momento em que a «Boca» d’ Incêndio jorrará!