Condomínios também vão ter unidades locais de protecção civil

0

A Associação de Condomínios Portugueses (ACondomP) exige a criação de unidades locais de Protecção Civil em cada uma das suas associadas para sensibilizar e informar os condóminos e apoiar a gestão de ocorrências, tais como incêndios em frigideiras e inundações provocadas pela mulher-a-dias.

Em comunicado enviado para a redacção do «Boca» d’ Incêndio, a ACondomP revela toda a sua “incredulidade pelo posicionamento do Governo e, especialmente, do barbudo do Secretário de Estado ao não aprovarem a devida legislação para a criação de Unidade de Protecção Civil nos condomínios”.

Segundo o mesmo comunicado, “os grandes problemas devem começar a ser resolvidos num nível mais pequeno e, notem bem, a organização oficial mais pequena, até temos leis e tudo, são os condomínios! Quem resolve o problema de fugas de água? De sanitas entupidas? De maus cheiros do meu vizinho do 1.º direito? Quem é? O condomínio! Para não falarmos naqueles que estão mais próximos da ocorrência. Quem está mais perto da frigideira da Dona Idalina no 3.º esquerdo? Quem está sempre a socorrer a Dona Felisbela, do Res-do-Chão Direito, por causa de escorregar no cocó do cão?”.

O «Boca» d’ Incêndio, devido ao grande número de casos aflorados pelo comunicado, visitou o condomínio a que se refere o comunicado. Pedindo para manter o anonimato, vários moradores referiram palavras e expressões como “doido”, “alucinado”, “antigo secretário de estado da protecção civil”, “bombeiro expulso de várias corporações” e “não me chateie que tenho a frigideira ao fogão” para se referirem ao presidente da ACondomP, Jaime Ascenso Almeida.

Ao bater à porta do 4.º direito, o repórter do «Boca» d’ Incêndio teve de fugir imediatamente ao ouvir a expressão “cuidado com o chupão!”, pois pensou tratar-se de alguma proposta sexual.

Confrontado com o comunicado, o actual secretário de estado e responsável pela gestão de carreiras dos actuais comandantes distritais (já apelidado como o “Jorge Mendes dos CODIS”) referiu que neste momento estão a analisar mais alguns Currículos de “gente interessantemente rosa” e, “se necessário for”, seguirão para a aprovação das Unidades de Protecção Civil nos Condomínios, “pois é importante manter e colocar as pessoas certas nos lugares que nos possam ser úteis”.

Para além de ter dado guarida a esta possibilidade, disse o secretário de estado ao «Boca» d’ Incêndio que “estão a ser estudados e vão ser criados também centros de coordenação operacional dos condomínios, tal como existirão os de freguesia e os municipais e já existem os distritais e o nacional.”

Vejam o anúncio para jornais e revistas desta medida:

Como nota final, o «Boca» d’ Incêndio dá conta da frase mais repetida durante a breve entrevista ao “Jorge Mendes dos CODIS”: “Vai ser uma festa!”

Sabemos, na redacção, que já ouvimos isto antes, mas não nos conseguimos lembrar onde. Se puderem ajudar…

About author

«Boca» d’ Incêndio

«Boca» d’ Incêndio

A «Boca» d’ Incêndio é o nome que intitula uma rubrica humorista do portal bombeiros.pt.
Jornalistas e bombeiros desenvolvem semanalmente notícias humorísticas que “esmiúçam” os bastidores do mundo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil.
Apesar de devidamente identificada como «Boca» d’ Incêndio, esta rubrica leva a que alguns dos nossos leitores acreditem no seu conteúdo, derivado à proximidade das notícias com a realidade.
No entanto, todas as notícias publicadas na «Boca» d’ Incêndio são puramente ficcionais ou não e não pretendem mais do que trazer sorrisos e bom humor ao universo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil.
Sorria e esteja atento às madrugadas de Sábado, no momento em que a «Boca» d’ Incêndio jorrará!