Câmara de Lisboa cria serviço de emergência pré-hospitalar

0

Sem Título-2Face às constantes “guerras” protagonizadas pelos serviços de emergência pré-hospitalar e à falta de Técnicos de Ambulância de Emergência (TAE) já assumida pelo INEM, a Câmara Municipal de Lisboa decidiu ser a primeira cidade no mundo a criar um serviço de emergência na cidade completamente controlado pelo município.

Em comunicado enviado hoje para a redacção da «Boca» d’Incêndio, os serviços de comunicação camarários asseguram que o município “tem acompanhado com muita atenção os últimos desenvolvimentos ao nível dos cuidados emergentes de saúde que são assegurados por entidades independentes”. Daí que, e “após constatar que os seus cidadãos estavam constantemente em risco”, o município “decide avançar com uma rede de cuidados de emergência pré-hospitalar”. Porém, e apesar do pedido de esclarecimento efectuado pela redacção da «Boca» d’Incêndio, não foram dadas mais informações por parte dos serviços camarários.

Contactados alguns especialistas do sector, apenas um, o Dr. Quintino Aires, quis dar a cara. Confrontado com esta situação, disse à «Boca» d’Incêndio que “não se pode descurar o socorro na capital do reino, logo a decisão da Câmara é acertada e permite ao meu amigo Curto ficar com mais alguns Bombeiros Municipais para gerir”. Questionado sobre os dados que adiantou, em que revela que serão os Sapadores de Lisboa a assegurar a emergência pré-hospitalar, Quintino calou-se e decidiu ir “participar num programa da TVI”.

«Boca» d’Incêndio quis contactar o responsável pela ANBP, mas este encontrava-se fechado no gabinete a tentar enviar emails para a petição sobre a sua reforma antecipada.

Já a Liga dos Bombeiros, contactada por telefone (única forma de se conseguir alguma reacção desta entidade a algum assunto), afirmou através de um assessor que está a ser analisada a situação, mas que “os Bombeiros Voluntários estão capacitados para assegurar esses serviços, pois já são eles que fornecem a maior parte dos Técnicos que hoje em dia integram as equipas do INEM”.

Sabe a «Boca» d’Incêndio que a opção pelo serviço municipal e não pelos Bombeiros Voluntários pode estar na vontade de criar uma lista VIP de atendimento pré-hospitalar, algo à imagem daquilo que já aconteceu com o INEM e que a «Boca» d’Incêndio revelou em primeira mão. Sabe também a «Boca» d’Incêndio que este serviço de emergência pode vir a ser custeado com a já famosa Taxa de Turismo de Lisboa.

Em breve, a «Boca» d’Incêndio trará mais informações.

 

Entra na página do Facebook do Portal Bombeiros.pt (https://www.facebook.com/www.Bombeiros.pt), faz “Gosto” e conhece em primeira mão todas as notícias que o «Boca» d’Incêndio tem para te oferecer!

Envia-nos também as notícias e fotos do teu corpo de bombeiros ou de outras forças operacionais para redacao@bombeiros.pt e ajuda a manter informados todos os Bombeiros Portugueses!

A inovação na informação passa por ti!

 




Sobre quem enviou a noticia

«Boca» d’ Incêndio

«Boca» d’ Incêndio

A «Boca» d’ Incêndio é o nome que intitula uma rubrica humorista do portal bombeiros.pt. Jornalistas e bombeiros desenvolvem semanalmente notícias humorísticas que “esmiúçam” os bastidores do mundo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Apesar de devidamente identificada como «Boca» d’ Incêndio, esta rubrica leva a que alguns dos nossos leitores acreditem no seu conteúdo, derivado à proximidade das notícias com a realidade. No entanto, todas as notícias publicadas na «Boca» d’ Incêndio são puramente ficcionais ou não e não pretendem mais do que trazer sorrisos e bom humor ao universo dos Bombeiros Portugueses e da Proteção Civil. Sorria e esteja atento às madrugadas de Sábado, no momento em que a «Boca» d’ Incêndio jorrará!