Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Guimarães

0

PMEPC_GuimaraesO Plano que se segue é um documento formal, da Câmara Municipal de Guimarães (CMG) referente ao Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil.

O Plano Municipal de Emergência para o Concelho de Guimarães é um instrumento que o Serviço Municipal de Protecção Civil passou a dispor para o desencadeamento das operações de proteção civil, com vista a possibilitar uma unidade de direção e controlo para a coordenação das ações a desenvolver e gestão de meios e recursos mobilizáveis, face a um acidente grave ou catástrofe, com o objetivo de minimizar os prejuízos e perdas de vidas e o restabelecimento rápido da normalidade.

Este é um plano geral e de âmbito municipal, abrangendo 69 freguesias, com uma área de 242 km2, elaborado pelo Serviço Municipal de Protecção Civil da Câmara Municipal de Guimarães e aprovado pela Comissão Nacional de Protecção Civil mediante parecer prévio da Comissão Municipal de Protecção Civil e da Autoridade Nacional de Protecção Civil e tem como objetivo possibilitar a unidade de direção das ações a desenvolver e a coordenação técnica e operacional dos meios a utilizar em situação de calamidade pública. 

Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Guimarães

       Parte I – Enquadramento Geral do Plano

       Parte II – Organização da Resposta

       Parte III – Áreas de Intervenção

       Parte IV – Informação Complementar

Os Planos Municipais de Emergência de Proteção Civil constituem-se como instrumentos preventivos e de gestão operacional, uma vez que, ao identificar os riscos, se estabelecem os meios para fazer face aos acidentes e quando definida a composição das equipas de intervenção, é-lhes atribuída missões.

 




Sobre quem enviou a noticia

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.