O estresse e o sindrome de burnout em enfermeiros bombeiros atuantes em unidades de pronto-atendimento

0

O estresse e a sindrome de burnout em enfermeiros bombeiros atuantes em unidades de pronto-atendimentoA dissertação que se segue foi desenvolvida no âmbito do programa de pós-graduação em enfermagem – mestrado, na área de concentração: enfermagem e população: conhecimentos, atitudes e práticas em saúde, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Esta foi realizada por Priscila Grangeia dos Santos, sob a orientação científica do Professora Dr.ª Joanir Pereira Passos.

Este trabalho procura descrever o perfil sócio-demográfico e laboral do stresse em enfermeiros bombeiros atuantes em UPAs; analisar a ocorrência do sindrome de burnout em enfermeiros bombeiros atuantes em UPAs; e avaliar a relação entre stresse e o sindrome de burnout entre enfermeiros bombeiros atuantes em UPAs.

Salienta que as alterações psíquicas trazem prejuízos ao próprio indivíduo, além de afetar o desempenho das atividades laborais. O equilíbrio no ambiente de trabalho deve ser mantido para evitar ou reduzir o adoecimento.

O estresse e a síndrome de burnout em enfermeiros bombeiros atuantes em unidades de pronto-atendimento

Os trabalhos académicos e científicos apresentam uma contribuição fundamental para o desenvolvimento da ciência e influenciam as instituições para uma mudança nas suas atividades.

 

About author

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.