EMA (Empresa de Meios Aéreos, S.A.) – Frota

2

Apresentação Frotas EMAA apresentação que se segue é um documento da Empresa de Meios Aéreos, S.A. (EMA) referente à sua frota.

A Empresa de Meios Aéreos, S.A. foi criada pelo Decreto-Lei n.º 109/2007, de 13 de Abril, diploma que aprova os respetivos estatutos, com a forma de sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, sujeita ao regime jurídico do sector empresarial do Estado, estabelecido no Decreto-Lei n.º 558/99, de 17 de Dezembro, com a redação dada pelo Decreto-Lei n.º 300/2007 de 23 de Agosto.

O objetivo da criação da Empresa de Meios Aéreos, S.A. foi para que o País passasse a dispor dos meios indispensáveis a uma política eficaz de proteção e socorro, em particular nos domínios da prevenção e combate a incêndios florestais, na busca e salvamento, na segurança rodoviária, na vigilância de fronteiras no contexto do espaço Schengen, a que se junta a possibilidade de utilização de meios aéreos em operações de controlo e fiscalização mais complexas no âmbito da segurança interna.

EMA (Empresa de Meios Aéreos, S.A.) – Frota

As apresentações são muito frequentes no mundo profissional. Estas constituem-se como instrumentos facilitadores de aprendizagem em que o seu principal objetivo é informar sobre um determinado tema. Podem apresentar: imagens, sons, textos e vídeos que podem ser animados de diferentes maneiras.

 

About author

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.

  • Carlos Mata

    Ora aqui está uma empresa 100% participada pelo Estado Português, que desempenha um relevante papel de apoio em operações de socorro, salvamento e segurança da população Portuguesa. A ser extintinta só concebo que seja integrada num organismo do Estado Português.

  • Pingback: Tracy Smith()