Vendas Novas: Deputado do PSD questiona governo sobre situação dos bombeiros

0

 

Imagem: Foto Hugo Rainho / Correio da Manhã

Imagem: Foto Hugo Rainho / Correio da Manhã

O deputado do PSD António Costa da Silva questionou o Governo sobre que medidas pretende adotar para resolver o défice financeiro e de pessoal dos Bombeiros de Vendas Novas.

A pergunta do parlamentar social-democrata eleito pelo círculo de Évora é dirigida à ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa.

Segundo Costa da Silva, a corporação, além de elementos voluntários, “tem apenas 14 bombeiros, quando necessita de 28”, ao mesmo tempo que apresenta “um défice estrutural” nas suas contas.

“Têm muitas dificuldades em dar resposta à contratação das pessoas que necessitam, que é quase o dobro das que têm”, assinalou, apontando para a necessidade do equilíbrio financeiro da instituição.

O parlamentar social-democrata realçou que “baixaram significativamente” as receitas da corporação, que provinham sobretudo das quotizações e do serviço de transporte de doentes, admitindo que “a situação não será única” no país.

“Se há menos receita e se há a necessidade de quase duplicar o efetivo de pessoal, é preciso perceber que soluções se podem encontrar”, insistiu.

Costa da Silva considerou que “não basta tentar ajudar a melhorar as instalações ou com um subsídio pontual da Câmara de Vendas Novas”, afirmando que as ajudas “são importantes mas não resolvem o problema estrutural”.

O deputado defendeu que “a capacidade de resposta tem de ser dada” devido à “localização estratégica” de Vendas Novas, perto da auto-estrada 6 (A6), com uma zona indústrial com um enorme portencial e junto à ferrovia.

Fonte: DianaFM

Sobre o autor

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.