Póvoa de Lanhoso: Museu dos Bombeiros enriquece vila

0

povoa de lanhosoO dia 5 de Setembro assinala a passagem de mais um aniversário da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso – uma data que este ano vai ser comemorada ‘em grande’ com a inauguração do seu próprio museu.

“Este ano será realmente uma festa especial, com a inauguração do Museu da Associa- ção Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso”, indicou o presidente da instituição, o padre Luís Fernandes. “Esta ideia surgiu sobretudo a partir do último ano em que fomos também recolhendo opiniões entre os nossos sócios, amigos e povoenses, a propósito de uma vasta panóplia de elementos antigos que temos relacionados directamente com os bombeiros, desde capacetes, fardas, carroçaria com a qual os bombeiros há 100 anos combatiam os incêndios, carros antigos muito bonitos, entre outros artigos que fomos guardando de gaveta em gaveta e que acabámos por preservar”, explicou o responsável.

Todos esses elementos e artigos antigos foram recentemente restaurados e devidamente catalogados e serão objecto de exposição neste novo espaço museológico que vai nascer na vila da Póvoa de Lanhoso.

“Estes eram materiais que se podiam degradar, perder ou mesmo deitar para o lixo, daí que surgiu a ideia de arrancarmos com este museu, um local próprio e específico para mostrar todas estas peças – que para nós são veradadeiras relíquias – de forma a preservar todo este material e colocá-lo em exposição, exibindo-o à população, aos sócios e à Póvoa de Lanhoso”, destacou o presidente dos bombeiros povoenses.

Mais. Para o padre Luís Fernandes a própria vila vai també m ganhar, pois este novo museu vai também de certa forma “proporcionar o seu enriquecimento”, passando a contar com mais um museu “que vai contar a história da associação e também, a seu modo, da Póvoa de Lanhoso, porque sendo a sua associação mais antiga, contará certos capítulos que explicam também a evolução da própria vila”.

“Muitas vezes digo que é importante parar e olhar para trás, olhar para os nossos antepassados e este nosso museu será também um pouco isso – um local onde podemos parar e olhar para a nossa história, para o nosso legado, lembrando assim também todos aqueles que contribuíram para o crescimento desta casa, honrando e valorizando tudo o que quem esteve antes de nós fez, com todos os sacrifícios que se lhe exigiram”, frisou o responsável. “O museu vai ajudar-nos a fazer memória”, sublinhou.

povoa de lanhoso 1Este novo espaço museológico será dirigido pelo engenheiro Marinho e por José Abílio Coelho, contando com o apoio da Câmara Muncipal da Póvoa de Lanhoso, até porque são inclusivé os serviços camarários que têm a responsabilidade dos trabalhos de engenharia e arquitectura do projecto.

“Lanço ainda o apelo a todos os povoenses que possam ter possíveis objectos ou materiais relacionados com os bombeiros em casa ou até fotografias antigas, que contactem a direcção ou secretaria dos bombeiros povoenses, pois será uma forma de enriquecermos o espólio deste nosso novo museu da Póvoa de Lanhoso”, pediu.

Para além do Museu dos Bombeiros Povoenses, este aniversário ficará marcado ainda pela inauguração de pelos menos dois carros ou ambulâncias, tal como já vem sendo habitual.

Fonte: Correio do Minho

Sobre o autor

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.