Bombeiros de Vila Praia de Âncora recebem material de combate a incêndios

0

incêndio combate

Uma empresa da área da energia entregou hoje uma carrinha ‘pick-up’ e 60 equipamentos aos bombeiros voluntários de Vila Praia de Âncora, em Caminha, disse à Lusa a presidente da associação humanitária.

De acordo com Laurinda Araújo a viatura, embora em segunda mão, “vem na hora certa” uma vez que o veículo que integra a frota da corporação “é muito antigo e já não se encontra nas melhores condições”.

“Apesar de ser uma ‘pick-up em segunda mão, tem poucos quilómetros e está em muito bom estado. Vai ser muito útil à corporação no combate aos incêndios florestais”, explicou a responsável.

A entrega oficial daquele material foi feita esta tarde pela EDP Distribuição aos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora no próprio quartel da corporação.

Segundo Laurinda Araújo, a oferta daquele material ocorre na sequência do pedido enviado pela corporação à EDP distribuição.

“Periodicamente as grandes empresas procedem ao abate de veículos das suas frotas e como ainda são carros que se encontram em boas condições oferecem a várias instituições. Soubemos que a EDP distribuição ia abater dois veículos, e no final de 2015 enviamos um pedido para que nos fosse oferecido. Pedimos apoio à Câmara de Caminha que reforçou o apelo e conseguimos”, explicou.

A corporação de Vila Praia de Âncora, um das duas do concelho de Caminha, vai completar 100 anos em janeiro de 2017.

Tem um corpo ativo de 40 bombeiros voluntários e sete funcionários.

Para assinalar o aniversário, a corporação prevê inaugurar a reabilitação do cineteatro iniciada no final de 2015 e após mais de uma década de portas fechadas.

A intervenção, em curso, incide no interior do imóvel, e está a ser suportada pela corporação, com recurso a financiamento bancário.

A corporação está a assegura as obras de construção civil, enquanto a Câmara de Caminha, após a conclusão da empreitada irá “apetrechar o imóvel, dotando-o de equipamentos de som e imagem, mobiliário, apoio que “será materializado através de transferências para a instituição humanitária, já previstas no Orçamento para 2016”.

O imóvel, foi alvo em 2013 de uma intervenção de reabilitação do telhado, suportada por fundos angariados pela corporação junto da população local.

Fonte: Notícias ao Minuto

Sobre o autor

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.