Tribunal de Coimbra condenou ex-bombeiro acusado de atear incêndios

0

incêndio

O Tribunal de Coimbra condenou o ex-bombeiro de Condeixa-a-Nova a quatro anos de prisão com pena suspensa. Está acusado da prática de 12 crimes de incêndio florestal.

O jovem tem 20 anos e atendendo à idade, o tribunal decidiu aplicar o regime especial para jovens, que leva a uma atenuação do número de anos previstos pela prática de cada crime.

O arguido pertenceu aos Bombeiros Voluntários de Condeixa-a-Nova entre 2013 e maio de 2015.

 

Fonte: RTP

 

Sobre o autor

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.