Sismo de 3.7 sentido em Ourique

0

Um sismo de 3.7 na escala de Richter foi sentido na segunda-feira à noite em Ourique, no Alentejo, informa o portal do Instituto de Meteorologia (IM), não havendo registo de danos pessoais ou materiais.

Pelas 22:52 de segunda-feira (24 de Setembro) foi registado um sismo de magnitude 3.7, «cujo epicentro se localizou a cerca de 14 quilómetros a Oeste-Sudoeste de Ourique».

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja disse à agência Lusa que o tremor de terra foi sentido sobretudo pelas populações de Castro Verde e de Ourique, no Baixo Alentejo, sem registo de qualquer dano pessoal ou material.

Também fontes dos bombeiros de Castro Verde e de Ourique confirmaram à Lusa que o abalo causou algum susto na população e que o estrondo foi grande. «O estrondo foi enorme. As pessoas ficaram apavoradas», relatou fonte dos bombeiros de Castro Verde.

O presidente da Câmara Municipal de Ourique, Pedro do Carmo, confirmou à Lusa que foi sentido um «pequeno sismo» pela população, adiantando não haver registo de qualquer dano material.

O IM, por seu lado, refere que, segundo informação recolhida até ao momento, o sismo não provocou danos pessoais ou materiais e «foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) nas regiões de Odemira e Ourique».

De acordo com o IM, o nível IV da escala de Mercalli modificada significa que o abalo «foi sentido no interior das casas por muitas pessoas e por muito poucas fora de casa», que «poucas pessoas são acordadas» e que «as janelas, portas e pratos chocalham».

 

Fonte: Diário Digital

 

Sobre o autor

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.