Setúbal: Deputados PS visitaram CDOS em Palmela para avaliar a preparação da época de incêndios

0

cdos_179313432Deputados do PS manifestam solidariedade às mulheres e aos homens que compõem o dispositivo de combate aos fogos florestais

“Ao aproximar-se mais um período de particular e redobrada atenção face à probabilidade de ocorrência de fogos florestais não quisemos deixar passar sem expressar o nosso testemunho de reconhecimento a todos quantos se dedicam a esta causa” refere a Coordenadora dos Deputados do PS de Setúbal , Eurídice Pereira.

Exatamente a um mês do início da fase Charlie, considerada a mais crítica relativamente à ameaça de fogos florestais, que decorre de 1 de julho a 30 de setembro, os deputados do PS, eleitos pelo Círculo Eleitoral de Setúbal, Ana Catarina Mendes, Eurídice Pereira, Paulo Trigo Pereira, Ivan Gonçalves, Sofia Araújo, André Pinotes Batista e Francisca Parreira, fazem pública manifestação de solidariedade e reconhecimento a todos quantos compõem o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais para 2016 (DECIF), aprovado em sede de Comissão Nacional de Proteção Civil, no passado dia 17 de março. No geral a fase Charlie do DECIF contará com o envolvimento de mais de 2 mil equipas, cerca de 10 mil operacionais , mais de 2 mil veículos e 47 meios aéreos., sendo o investimento público, só no âmbito do Ministério da Administração Interna superior a 70 milhões de euros, dos quais cerca de 30 milhões destinam-se às associações humanitárias de bombeiros.

Importa registar que foi lançado o projeto piloto de georreferenciação das viaturas operacionais do dispositivo, com recurso à rede SIRESP ( um Corpo de Bombeiros por Distrito). Esta ferramenta permitirá uma melhor gestão de meios envolvidos no combate aos incêndios, facilitando a tomada de decisão nos teatros de operações.

Na Preparação da Dispositivo Distrital de Setúbal releva-se a operacionalização dos 2 Centros de Meios Aéreos (Montijo e Grândola), as Ações de Treino Operacional a 200 operacionais, as reuniões preparatórias com todas as autarquias – Presidentes de Câmara, Juntas de freguesia, Serviço Municipal de Proteção Civil, Gabinete Técnico Florestal -, e os Corpos de Bombeiros.

Na referida fase “Charlie estão envolvidas, no distrito, 94 equipas, 327 operacionais, 88 veículos e 1 Helicóptero Bombardeiro Ligeiro, em Grândola.

“Ao aproximar-se mais um período de particular e redobrada atenção face à probabilidade de ocorrência de fogos florestais não quisemos deixar passar sem expressar o nosso testemunho de reconhecimento a todos quantos se dedicam a esta causa” refere a Coordenadora dos Deputados do PS de Setúbal , Eurídice Pereira. , que acrescenta “ mas a questão não se esgota só na atividade dos bombeiros, sejam eles sapadores, voluntários, profissionais. A população tem nesta gigantesca tarefa um papel de destaque tanto mais que a maioria das ocorrência resulta de ação humana, basicamente negligente. Se conseguirmos diminuir o número de ignições estamos claramente a evitar fogos “. A eleita informa, a propósito “ no distrito o número médio de ignições do último decénio situa-se nas 644. Em termos de área ardida o valor médio é de 676 ha.”

A propósito do tema, os deputados Eurídice Pereira, Ivan Gonçalves, Sofia Araújo, André Pinotes Batista e Francisca Parreira visitaram recentemente o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, situado em Palmela.

Na linha do trabalho desenvolvido por este grupo parlamentar, essa iniciativa visou antecipar a avaliação do dispositivo de prevenção e combate aos fogos florestais, bem como a preparação da época estival que se aproxima, avaliar as questões relacionadas com a diretiva Seveso, identificação e planeamento operacional em zonas industriais que constituem riscos de acidentes graves, com especial impacto no distrito de Setúbal, entre outros assuntos.

A comitiva socialista foi recebida pela Comandante Operacional Distrital, Patrícia Gaspar, e pelo 2.º Comandante Operacional Distrital, Rui Costa, que tiveram oportunidade de apresentar o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF 2016), bem como prestar esclarecimentos às questões apresentadas pelos parlamentares socialistas.

A ex-Governadora Civil de Setúbal e, atualmente, deputada Eurídice Pereira referiu, a concluir , e a propósito das características do distrito de Setúbal que “as áreas de maior perigosidade situam-se a sul do distrito, incluindo a Serra da Arrábida, e os concelhos localizados a sul desta, tais como Alcácer do Sal, Grândola, Sines e Santiago do Cacém, implicando uma desmultiplicação do dispositivo instalado pois este é mais abundante na área urbana entre o Tejo e o Sado. “

Fonte: Rostos.pt / Deputados de Setúbal

Sobre o autor

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.