Mangualde fez balanço da Atuação do Dispositivo Especial contra Incêndios Florestais

0

No passado dia 2 de Novembro, Mangualde realizou uma reunião de avaliação e de balanço do Dispositivo Especial Contra Incêndios Florestais (DECIF) no concelho. A reunião, que decorreu no quartel do Corpo de Bombeiros Voluntários de Mangualde, foi presidida pelo presidente da Câmara, João Azevedo, e pelo Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

A sessão contou ainda com a presença do presidente da direção dos BVM, João Soares, do Comandante dos BVM, Carlos Carvalho, do Comandante do Destacamento Territorial de Mangualde, Capitão Lopes, do responsável pelo Núcleo de Proteção do Ambiente / SEPNA – 2º Sargento Aguiar, do Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, Tenente-coronel José Tomás, do Chefe do Agrupamento 299 do Corpo Nacional de Escutas, Sérgio Barroso, e ainda dos presidentes da União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta e da União de Freguesias de Tavares, nomeadamente, Bernardino Azevedo e Alexandre Constantino.

Para o autarca mangualdense, ‘o esforço e o capital que a autarquia tem investido na área da proteção civil, nomeadamente na prevenção e combate a incêndios, tem feito toda a diferença na diminuição do risco no concelho’. ‘A manutenção de uma equipa de sapadores florestais, a abertura e a beneficiação de caminhos florestais e a gestão das faixas de gestão de combustível’são alguns dos exemplos apresentados por João Azevedo para reforçar a ideia de que ‘a prevenção e o combate têm de estar presentes de janeiro a dezembro e não apenas no período crítico’. O edil traça ainda como ‘objetivo para o futuro ter um projeto ainda mais alargado na área da Proteção Civil municipal’. Na reunião, o Secretário de Estado mostrou-se bastante agradado com as instalações dos Bombeiros Voluntários de Mangualde, ‘uma das melhores do país’ e realçou ainda ‘o profissionalismo e a coordenação que existe nos vários agentes da proteção civil do concelho’.

OS MEIOS, HUMANOS E MATERIAIS, ESTÃO DISTRIBUÍDOS PELOS BOMBEIROS, GNR, PROTEÇÃO CIVIL MUNICIPAL, SAPADORES FLORESTAIS, ENTRE OUTROS AGENTES DE PROTEÇÃO CIVIL.

Após a receção e as boas vindas, o Secretário de Estado pôde ficar a conhecer a história do Corpo de Bombeiros Voluntários de Mangualde, através de uma breve resenha histórica, proferida pelo presidente da direção dos Bombeiros. De seguida, todos os intervenientes participaram numa visita guiada pelas instalações, que permitiu conhecerbalanco_dispositivoincendios2016_02as principais valências, com especial destaque para Base de Apoio Logístico (BAL) e para a Unidade Local de Formação, nos domínios dos fogos industriais, urbanos e florestais. Foi ainda possível assistir à apresentação de três sessões, proferidas pelo técnico do Gabinete Técnico Florestal, Adriano Nave, pelo 2º Sargento Aguiar da GNR/SEPNA e pelo Adjunto de Comando, Márcio Teles. Nestas sessões, os participantes ficaram a conhecer melhor o risco de incêndio florestal, bem como a sua manifestação ao longo dos últimos anos. Deu-se ainda a conhecer a atividade do Serviço Municipal de Proteção Civil da autarquia e o investimento executado em planeamento e prevenção estrutural de DFCI. A GNR/SEPNA apresentou os dados relativos às ocorrências do último ano, nomeadamente, às causas e contexto das ignições, e divulgou todo o trabalho de sensibilização, fiscalização e vigilância executado no âmbito da sua missão. Na última sessão, os Bombeiros Voluntários de Mangualde apresentaram a constituição do corpo de bombeiros, os meios que têm ao dispor, as suas valências nas diversas áreas do socorro, a sua área de intervenção e as estatísticas da sua atividade.

Fonte: cmmangualde.pt

Sobre o autor

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

É natural e residente em Gouveia, a sua vida profissional está ligada nestes últimos 16 anos à área de consultadoria em seguros. Em 2013 foi fundador da empresa LICATEL - Soluções em Telecomunicações onde é sócio/gerente. Desde tenra idade ingressou nas camadas jovens dos Bombeiros de Gouveia tendo permanecido alguns anos nos quadros, ultimamente passou pela Direcção da referida Instituição dinamizando a área de comunicação e imagem. Frequentou a licenciatura em Gestão de Marketing no IPAM de Aveiro. Passou por diversas Associações de Gouveia dando o seu contributo.