Mais de cinco mil operacionais combateram 262 fogos

0

Mais de 5.000 operacionais combateram hoje 262 incêndios em Portugal Continental, informa a Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC), que alerta para a continuação de tempo propício à propagação de fogos florestais.

De acordo com o portal da ANPC, com valores actualizados às 20h45, desde as 00h00 de hoje ocorreram 262 incêndios no território continental.

Doze fogos estavam em curso às 20h45, incluindo seis mais significativos nos distritos de Guarda, Viseu, Porto e Lisboa, que mobilizam mais de 1.200 operacionais, apoiados por cerca de 300 viaturas.

Num comunicado divulgado às 19h30, a ANPC assinalava que o combate às chamas tinha envolvido até às 19h de hoje a intervenção de 5.248 operacionais e 1.421 veículos.

Segundo a autoridade, os incêndios mais complexos são o da Quinta da Sobreira/Cepões (Viseu), o da Azenha/Oliveira do Conde (Carregal do Sal, também no distrito de Viseu) e o de Carragozela (Seia, distrito da Guarda).

As chamas em Quinta da Sobreira lavram mato em quatro frentes, que estão a ser combatidas por 343 operacionais, com o apoio de 86 veículos. Foram empenhados para este incêndio dois helicópteros bombardeiros pesados, dois aviões bombardeiros pesados espanhóis e dois aviões bombardeiros pesados franceses.

Em Azenha, 272 operacionais, auxiliados por 59 viaturas, tentam controlar uma frente activa, enquanto em Carragozela 212 operacionais, com 41 veículos, enfrentam duas frentes.

A Autoridade Nacional da Protecção Civil adianta que estão no terreno 24 grupos de reforço (626 bombeiros e 192 veículos), bem como cinco máquinas de rasto do Exército, duas máquinas de rasto da Força Aérea Portuguesa (FAP) e um helicóptero da FAP para acções de coordenação aérea.

A ANPC alerta que se mantêm «condições meteorológicas altamente propícias à propagação de incêndios florestais, com a manutenção de valores reduzidos de humidade relativa do ar e vento do quadrante Leste».

FONTE: Lusa/SOL

 

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.