Época mais crítica termina domingo com 100 mil hectares queimados e seis mortos

0

A época mais crítica em incêndios florestais termina no domingo, com cerca de 100 mil hectares de floresta queimada e seis mortos, quatro dos quais bombeiros.

Durante a fase «Charlie» de combate a incêndios florestais, que começou a 01 de julho, estiveram no terreno 44 meios aéreos, 2.248 equipas de diferentes forças envolvidas, 1.982 viaturas e 9.324 operacionais.

Os mais de nove mil elementos pertencem aos corpos de bombeiros, GNR, PSP, Força Especial de Bombeiros «Canarinhos» da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e AFOCELCA (agrupamento de empresas para a proteção contra incêndios).

Diário Digital / Lusa

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.