Despiste de camião que transportava vacas corta A13 junto a Salvaterra de Magos

0
Imagem: Inácio Rosa / Lusa

Imagem: Inácio Rosa / Lusa

O despiste de um camião que transportava vacas causou o corte nos dois sentidos da A13 e no acesso à via pela A10 no sentido CREL/Benavente.

A autoestrada 13 está cortada ao trânsito nos dois sentidos, entre Benavente e Salvaterra de Magos, devido ao despiste de um camião que transportava vacas, que estão a vaguear pela via, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.

O condutor do camião sofreu ferimentos ligeiros e alguns dos animais tiveram de ser abatidos no local

O acesso da A10 no sentido CREL/Benavente para a A13, está também encerrado.

A estrada encontra-se cortada no sentido sul-norte entre Salvaterra de Magos e Almeirim e no sentido norte-sul entre Salvaterra de Magos e Santo Estêvão.

Os cortes na estrada mantinham-se às 10h24 desta quarta-feira.

O comandante Sérgio Henriques, do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, disse à Lusa que o despiste ocorreu às 3h30 ao quilómetro 47, no sentido Norte/Sul, da A13, na zona da Barrosa, concelho de Benavente, estando a ocorrência a ser acompanhada pelos bombeiros e pelo veterinário municipal de Salvaterra de Magos.

O condutor do camião sofreu ferimentos ligeiros e alguns dos animais tiveram de ser abatidos no local, disse a fonte.

Oito elementos dos bombeiros de Salvaterra de Magos, a Brisa, a Brigada de Trânsito da GNR e o veterinário municipal estão envolvidos na operação de retirada dos animais, adiantou.

Manuel Afonso, oficial de comunicação e relações públicas do comando territorial da GNR de Santarém, disse à Lusa que o corte entre os nós de acesso de Benavente e de Salvaterra de Magos se vai manter, não havendo ainda previsão de hora de reabertura à circulação.

Fonte: Observador

Sobre o autor

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.