Comandante Ilda Cadilhe pede demissão do corpo de bombeiros da Póvoa do Varzim

0

ildaEm comunicado à redação do portal bombeiros.pt, a Comandante Ilda Cadilhe faz um balanço dos últimos anos à frente da instituição em termos operacionais e explica as razões que levaram à demissão do cargo e do seu segundo comandante.

No comunicado a comandante revela que a demissão é motivada “sobretudo à existência de incompatibilidade com o Sr. Presidente da Direção”, a missiva esclarece claramente todo o trabalho executado ao longo dos últimos anos, porem, ainda assim a comandante agradece à direção revelando que para todo o trabalho realizado “foi necessário o apoio e aprovação da Direção. Não podemos, por isso, não deixar um agradecimento à Direção que durante os primeiros dois anos caminhou a nosso lado e partilhou do nosso projeto.”

O portal bombeiros.pt deixa aqui integralmente o comunicado enviado à imprensa.

————————————————————————————————————————————-

“Tomei posse como Comandante em agosto de 2012 e escolhi para 2º Comandante, o Oficial de Bombeiro de 2ª Carlos Cadilhe, Licenciado em Proteção Civil e da minha inteira confiança.

Sendo nós um Comando jovem, rapidamente definimos um projeto de trabalho que passaria pela melhoria das condições de trabalho dos Operacionais, pela realização do maior nº de formações de aperfeiçoamento que muita diferença fazem num Corpo de Bombeiros composto por Voluntários, não podendo deixar de passar pela forte divulgação do trabalho diário e constante dos Bombeiros da Póvoa de Varzim, para que servissem de impulso para que outros Corpos de Bombeiros dessem a conhecer as suas ocorrências, atividades e eventos e em conjunto, déssemos a conhecer ao país a presença constante dos Bombeiros. Exemplo desta forte divulgação, foi a nossa página do facebook que atingiu mais de 10000 likes, em três anos.

Vários foram os projetos que conseguimos, com êxito desenvolver, nomeadamente:

– a realização de vários simulacros em empresas, instituições e unidades hospitalares, que foram ficando mais alerta e preocupadas com questões de segurança em incêndios;

– a realização de três edições Masstraining de suporte básico de vida, que mobilizaram centenas de pessoas que pudemos sensibilizar para a importância do 1º socorro

– a realização de dezenas de workshops de suporte básico de vida, que tiveram lugar em diversas empresas, entidades, instituições e até com grupos de particulares.

– participação dos bombeiros da Póvoa de Varzim em eventos distritais e nacionais, como sendo o Bombeiro de Ferro, o Meeting de Equipas de Resgate e o 1º Encontro Distrital de Infantes e Cadetes

– a aquisição de manequis de suporte básico de vida e parto, que promoveu o treino constante na área pré-hospitalar

– o tripé para a equipa de grande ângulo, que permite maior rapidez e segurança no socorro

– a implementação de um plano de higienização nas ambulâncias, inexistente à nossa tomada de posse e, que só após dois anos nos foi permitido implementar

– a criação de um vestiário masculino, pois durante anos os bombeiros se fardaram e desfardaram no parque de veículos

– obtenção do 1º formador em incêndios florestais no nosso Corpo de Bombeiros, creditado pela Escola Nacional de Bombeiros

– a aquisição de um novo grupo de desencarceramento, para substituição do adquirido há cerca de vinte anos atrás

– a atribuição de equipamento de proteção individual urbano a todos os bombeiros (com a preciosa ajuda do Sr. Fernando Ribeiro)

– a negociação com a ANPC para atribuição de veículo de combate a incêndios florestais, em substituição do auto-tanque perdido

– a aquisição das câmaras térmicas para utilização em incêndios urbanos

– a melhoria da imagem dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim, com atribuição de fardamento mais confortável e adequado às estações do ano

– a utilização de software para medição de áreas ardidas

– a disponibilização de Coletes de trabalho a todos os operacionais, bem como dos fatos de resgate para a equipa de Salvamento em Grande Ângulo (todos disponibilizados gratuitamente pela empresa Vilar & Figueiredo)

– em desenvolvimento ficou o pedido feito à Câmara Municipal para disponibilização de um espaço para criação de um campo de treinos para os Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim

Obviamente que para a realização de todos estes projetos e eventos e aquisição de todos estes equipamentos foi necessário o apoio e aprovação da Direção. Não podemos, por isso, não deixar um agradecimento à Direção que durante os primeiros dois anos caminhou a nosso lado e partilhou do nosso projeto. 

Perante o retrocesso do trabalho que estávamos a desenvolver e, sobretudo perante o impedimento de levarmos a cabo pelo menos a nossa missão operacional de Comandante e 2º Comandante, definida por lei, decidimos apresentar as nossas demissões.

Assim, as nossas comissões terão término a 28 de agosto do presente ano, devendo-se os nossos pedidos de demissão sobretudo à existência de incompatibilidade com o Sr. Presidente da Direção. Em anexo partilho cópia das nossas cartas de demissão, que revelam alguns dos constrangimentos com que nos deparamos nos últimos dois anos.

Sempre respeitamos o vosso trabalho e por isso procuramos sempre disponibilizar-vos informações no menor tempo possível, pelo que aproveito para agradecer toda a colaboração e divulgação do nosso trabalho ao longo destes últimos 4 anos, que permitiu dar a conhecer à população muito do trabalho desenvolvido diariamente por nós e, que por muitos era desconhecido. 

Não posso deixar de agradecer também o respeito que sempre demonstraram para connosco, para com o nosso trabalho e com os nossos impedimentos nos teatros de operações.”

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.