Aviões russos apagam 1.000 hectares de incêndios em Portugal

0

6081108Os aviões anfíbios Beriev Be-200 do Ministério para Situações de Emergência conseguiram apagar em cinco dias seis incêndios florestais que cobriam uma área de cerca de 1.000 hectares em Portugal, informou o serviço de imprensa do Ministério na passada sexta-feira (dia 19).

Segundo o Ministério, os pilotos russos salvaram do fogo dois parques nacionais e três povoados com população total de 55 mil pessoas.

“No total, nos últimos cinco dias de trabalho, os aviões do Ministério para Situações de Emergência da Rússia realizaram 42 descargas de água, com o peso total de 5 mil toneladas, apagando mais de 1.000 hectares de incêndios selvagens”, diz no comunicado.

Na sexta-feira passada (12), o Ministério para Situações de Emergência confirmou o envio de dois aviões Be-200 para apoiar Portugal na luta contra incêndio florestais após pedido formal feito pelas autoridades portuguesas ao governo russo.

Os Beriev Be-200 podem carregar até 12,5 toneladas de água em alguns segundos de voo deslizante sobre corpos de água antes de soltar esta água sobre focos de incêndios.

Neste momento, em Portugal estão ativos dezenas de incêndios. O maior deles ocorreu na cidade do Funchal, na ilha da Madeira.

Nas zonas de emergência foi realizada a evacuação de moradores e turistas. Muitos foram encaminhados para hospitais. Nos incêndios já morreram três pessoas e uma está desaparecida. O fogo destruiu cerca de 30 edifícios, incluindo três hotéis.

br.sputniknews.com

 

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.