Aveiro: dois cadáveres retirados pelos bombeiros no porto comercial e canal principal da Ria

0

Foto: Pedro Almeida

Dois cadáveres foram hoje retirados pelas corporações de bombeiros de Aveiro, um no porto comercial, no interior de um navio e outro no canal principal da Ria, informou o Comando Operacional de Operações de Socorro (CDOS).

O alerta para a existência de um cadáver num cargueiro de bandeira lituana foi dado às 06:55 e ao local compareceu a corporação de Bombeiros Velhos, que se deparou com um homem de 53 anos, lituano, “que estaria morto há mais de oito horas, já que o cadáver apresentava alguma rigidez”, disse à agência Lusa o comandante Carlos Pires.

Adiantou que o homem, imediato (segundo comandante) do cargueiro, tinha chegado a Aveiro na sexta-feira para substituir outro tripulante do navio.

O homem “estava deitado na camarata” do navio e o corpo “não apresentava qualquer indício de agressão”, revelou o comandante dos bombeiros, acrescentando, no entanto, que as causas da morte só serão determinadas após a autópsia.

Já o cadáver detetado no canal principal da Ria de Aveiro, junto ao Rossio, no centro da cidade, é de um homem de 34 anos que, segundo os bombeiros, aparentava estar há pouco tempo na água.

A corporação de Bombeiros Novos foi alertada para ocorrência pelas 08:56 tendo procedido à remoção do corpo.

Fonte: Portocanal por Lusa

Sobre o autor

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.