A Proteção Civil no contexto Municipal | Transmissão em directo

0

64726cd81121b00d59d067e49338b3d6_XL

Assinala-se hoje a 1 de Março, o Dia da Proteção Civil, que este ano tem como tema “a importância do patamar local na promoção de comunidades resilientes”, nomeadamente o papel das autarquias na prevenção das catástrofes.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), indica que o tema escolhido este ano serve essencialmente para destacar o papel fundamental e estruturante do patamar local, nomeadamente das estruturas autárquicas, em ligação com as populações e comunidades, na implementação de estratégias que contribuam para o aumento da sua resiliência para fazer face aos riscos coletivos, refere a ANPC, em comunicado.

Se não tem a oportunidade de estar presente nos diversos eventos que decorrem durante o dia de hoje, assista aqui ao vivo à conferência “A Proteção Civil no contexto Municipal”, a decorrer no município de Montemor-o-velho.

Programa da conferência que se encontra a ser transmitida
“A Proteção Civil no contexto Municipal”

Sessão de Abertura | 9h

A Comunicação do Risco – Estratégias e Regulação | 9h30
Orador: Dr. José Manuel Mendes
Moderador: Dr. Domingos Xavier Viegas

O Município, o ordenamento do território e a gestão dos riscos: um desafio permanente | 11h
Orador: Dr. Alexandre Tavares
Moderador: Dr. Domingos Xavier Viegas

A Tecnologia como ferramenta fundamental para a eficácia das operações | 12h
Orador: Dr. Paulo Caridade
Moderador: Dr. Domingos Xavier Viegas

O município no sistema de Proteção Civil | 14h30
Orador: Dr. Carlos Cruz
Moderador: Eng.º Hélder Araújo

O Serviço Municipal de Proteção Civil e o seu papel no Teatro de Operações | 15h30
Orador: Eng.º José Marques
Moderador: Eng.º Hélder Araújo

A contribuição da autarquia e das juntas da freguesia no funcionamento do sistema | 17h
Orador: Dr. Jorge Brito
Moderador: Eng.º Hélder Araújo

Sessão de Encerramento | 18h

Sobre o autor

Ana Romaneiro

Ana Romaneiro

Nasceu em Évora onde cresceu e estudou. Desde muito cedo que partilha o gosto pela informática, que, a levou a tirar um curso profissional técnico de Gestão de Sistemas Informáticos, profissão que exerce na atualidade. A sua ligação aos bombeiros surge aos 13 anos ao entrar na fanfarra dos Bombeiros de Évora, onde permaneceu até 2013. Na atualidade integra a corporação os Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, no posto de bombeira de 2º.