Reajuste de policiais e bombeiros do AM chega à Assembleia Legislativa

0

Projetos de Lei que alteram a remuneração dos servidores da Polícia Civil (PC), Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiros do Estado foram encaminhados pelo Governo do Estado para a apreciação da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE). O PL foi encaminhado na segunda-feira (2).

As propostas prevêem reajuste salarial de 5,104%, retroativo a data-base em 21 de abril de 2012. O percentual equivale à inflação do período, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Na Polícia Civil, a remuneração de delegado especial, classe que passou a vigorar este ano e detém o maior salário da categoria, sairá de R$ 12.063,74 para R$ 12.679,50, chegando a R$ 14.977,35 em 2015. No caso da menor remuneração, do policial investigador nível IV e policial escrivão nível IV, o salário pago atualmente saltará de R$ 3.205,72 para R$ 3.369,35, sendo que até 2015 será de R$ 4.018,07.

Em relação à Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, o menor salário de soldado 3 atualmente é de R$ 1.912,36 e passará, com reajuste de 5,10%, para R$ 2.009,97, caso a proposta seja aprovada pelos deputados estaduais.

Em março deste ano, a Assembleia Legislativa do Amazonas aprovou uma nova tabela de vencimentos da Polícia Militar e Bombeiros e também dos Policiais Civis. A tabela salarial assegura aos PMs e bombeiros um ganho real em cinco anos (2012-2016) e garante aos policiais civis reajustes gradativos até 2015.

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.