Bombeiros procuram funcionário de pedreira dentro de lago em Campo Grande

Capital News

Um caminhão caçamba tombou em uma ribanceira na beira de um lago, na manhã desta segunda-feira (30), por volta das 6h, na Pedreira São Luiz, a cinco quilômetros do Departamento Estadual de Trânsito na Capital. O motorista está desaparecido e  pode ter morrido afogado.

Segundo o Corpo de Bombeiros,  existem duas possibilidades. A primeira hipótese  é de que o motorista perdeu o controle do veículo e caiu na ribanceira. A segunda é de que o motorista saiu do veículo, antes do caminhão cair na ribanceira.

Um funcionário, que não quis ser identificado, disse que o motorista Atila Nunes Ferreira, 35 anos, estava fazendo a primeira volta para descer à pedreira quando aconteceu o acidente. Logo depois, um outro motorista estava descendo a ribanceira percebeu que o caminhão havia capotado.

Segundo o tenente Sérgio Paulo,  oito homens do Corpo de Bombeiros estão no lago com aparelhos de mergulho e oxigênio. O lago tem aproxidamente oito metros de profundidade e 70 metros de largura. Será necessário retirar a vegetação de iguape do local para fazer o próximo mergulho.

Para retirar o caminhão do local foi necessária a ajuda de uma máquina retro escavadeira. A cabine do caminhão estava fechada. Os vidros das portas estão abertos.

Atila trabalhava na pedreira há cinco dias e na sexta-feira (27) bateu o caminhão em outro veículo. A lataria do veículo ficou amassada. Ele foi chamada na direção da empresa. Conforme o funcionário que não quis ser identificado, ele estava prestes a ser demitido.” Falaram para ele não vir mais na empresa. E ele continuou vindo”, disse.

Há mais de oito anos houve um acidente no mesmo local. O proprietário da pedreira pediu para a imprensa sair do local e não quis prestar esclarecimentos. Eles informaram que o trabalhador Atila veio do Paraná e morava sozinho em Campo Grande, no bairro Piratininga.

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.