Luzes, câmara, ação…

0
monica costa

Mónica Costa

A protecção civil e os bombeiros estão prestes a entrar em cena… A época de incêndios que se avizinha (fase Charlie) trará estas entidades à ribalta. É sabido. Por mais que o trabalho seja notável ao longo do ano e nos vários âmbitos de atuação, a época mais crítica dos incêndios florestais coloca, por ventura, os bombeiros e a protecção civil na sua maior ação, frente às câmaras e microfones, assombrados pelas fortes luzes  e calor das chamas, seja noite ou dia.

A comunicação social terá os olhos postos nos fogos, postos ou não, e nos responsáveis pelo combate ao flagelo. Nesta altura são também colocadas as velhas questões:

Será uma época de altas temperaturas e por consequência elevado número de incêndios?

Tendo em conta o ano chuvoso, haverá maior risco de incêndio?

Foram aplicadas as multas necessárias a quem não teve o cuidado de cumprir a legislação  e limpar os seus terrenos?

Existem campanhas de prevenção suficientes?

As autoridades estão preparadas para atuar?

Os bombeiros estão a postos?

Os meios serão mesmo os suficientes e adequados?

Sim, todos queremos os bombeiros preparados para entrar em ação, mas não queremos que se repitam as cenas de terror e horror, entenda-se morte da vida humana, da vida selvagem e da natureza a tomar lugar de destaque nos noticiários.

Luzes, câmara, ação… É a vida real, não é ficção. Não é possível dizer “corta” e “vamos gravar outra vez”.  Por isso, este ano, que os novos episódios sejam novos e não repetição do que já vimos acontecer.

 

 

Sobre o autor

Sérgio Cipriano

Sérgio Cipriano

Natural de Gouveia e licenciado em Comunicação Multimédia pelo Instituto Politécnico da Guarda. Ingressou nos bombeiros com apenas 13 anos de idade e hoje ocupa o cargo de sub-chefe. É um dos fundadores da Associação Amigos BombeirosDistritoGuarda.com e diretor de informação do portal www.bombeiros.pt, orgão reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.