Condução Defensiva de Veículos Prioritários

0

ConducaoDefensivadeVeiculosPrioritariosO documento de trabalho é da autoria de José Valente em associação aos Bombeiros Voluntários de Albergaria-a-Velha e CR&M Formação Activa de Condução Lda face à Condução Defensiva de Veículos Prioritários.

O atual estado das nossas rodovias e do nosso parque automóvel, assim como a atitude muito pouco cívica de alguns condutores, implica uma adequação da condução de veículos prioritários e mesmo na condução do nosso dia-a-dia.

O crescimento e degradação do parque automóvel, o mau estado de algumas estradas, a deficiente rede de transportes públicos, o hábito de levar o “carro para a cama”, o excesso de velocidade e as ultrapassagens/manobras perigosas, dificultam de sobremaneira a rapidez e a mobilidade dos veículos prioritários necessários para acudir aos locais de sinistro.

Em resposta a estas carências, os bombeiros têm que se adaptar e aperfeiçoar as técnicas de condução de veículos prioritários para dar resposta às necessidades, cada vez maiores, que lhes são solicitadas pela sociedade atual, sempre com segurança, rapidez e eficácia que devem caracterizar qualquer atuação dos bombeiros.

Além dos elevados danos materiais, não são raros os casos de bombeiros e vítimas transportadas tornarem-se feridos e mesmos mortos, em acidentes com veículos prioritários.

O objetivo deste artigo passa por alertar para alguns cuidados a ter e algumas técnicas utilizadas para uma condução mais segura, resultando daí, inevitavelmente, uma melhor qualidade do serviço prestado.

Condução Defensiva de Veículos Prioritários

CDVP – Parte 1

CDVP – Parte 2

Os conteúdos aprendidos durante o processo de formação apresentam uma contribuição fundamental para o desenvolvimento das instituições.

 

Sobre o autor

luis.andrade

luis.andrade

É natural da Guarda e Licenciado em enfermagem, tendo obtido também uma pós-graduação em Urgência e Emergência Hospitalar e uma pós-licenciatura de Especialização em Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Durante a frequência do curso de licenciatura em enfermagem, colaborou, como voluntário, na delegação da Guarda da Cruz Vermelha Portuguesa. Na atualidade exerce a profissão de enfermeiro no Funchal e integra a corporação dos Bombeiros Madeirenses, onde ocupa o posto de subchefe equiparado.